Bola do Paulistão atrapalha Marcos Assunção

Nas últimas partidas do Verdão, a torcida sempre esperava um gol (ou quase) nas cobranças de falta do volante Marcos Assunção.

Uma das principais armas do time (ou a única) na última temporada, ainda não funcionou neste ano. A culpa, segundo o volante, é da bola utilizada no Paulistão.

“Não estou acertando, mas a equipe está fazendo gols com jogadas. Espero estar lá quando o Palmeiras precisar. A bola é mais pesada, mais dura, maior do que a do Brasileiro. Tenho de treinar mais para pegar a batida”,  disse ele.

É aquela coisa. A FPF usa bola da Topper, a CBF usa Nike, e a Conmebol utiliza sei lá o quê.  O futebol sul-americano é essa bagunça mesmo, e só com o tempo o atleta vai se acostumar ao material esportivo de cada competição.

Até lá, temos que vencer as partidas com nossos atacantes. Será que dá?

Abraço a todos!