Belluzzo, por favor, chega mais perto da telinha

O Palmeiras faz uma boa campanha no Campeonato Brasileiro. Estamos liderando a competição ao lado do Altético Mineiro. Nem o mais otimista torcedor palestrino conseguiria imaginar que o time ia se dar tão bem sob o comando do “interino-quase-efetivado” Jorginho Sobracelha, como diria Fabian Chacur.

Mesmo assim, os analistas, comentaristas, e, principalmente, os torcedores mais exigentes (que são cerca de 90% de nossa torcida) insistem em escrever manchetes e comentários negativos sobre o Palmeiras na mídia, e aqui na Internet.

Boa parte desses boatos surgem por conta das entrevistas que o senhor, presidente Belluzzo, concede quase que diariamente aos inúmeros veículos de comunicação que cobrem o clube. Não estou dizendo que o presidente deva decretar uma lei do silêncio, ou trazer o clube de volta à era da não-informação (entenderam?), de onde custamos muito para sair.

O que eu, e vários palmeirenses com quem converso no dia a dia, gostaríamos é que o presidente fosse mais sucinto nas entrevistas. Não há a necessidade de, por exemplo, dizer que o clube está contratando um centroavante de uma determinada região do planeta, ou, que no dia X, o nome do novo técnico será anunciado.

Faça, corrija, contrate…e quando estiver tudo certo anuncie, presidente. Essa simples atitude vai diminuir muito o número de fofocas, insinuações, e, principalmente, a ansiedade dos palmeirenses que sofrem bastante tentando decifrar o que irá acontecer depois de suas declarações (sim, a gente também sofre muito pelo time).

Sei que este post pode ser mal interpretado, possivelmente será por alguns, mas tenho a certeza que o senhor tem a inteligência necessária para nos compreender. Creio que muitos palmeirenses concordam comigo. Veremos nos comentários abaixo.

Abraço!

uol_logoClique aqui para ouvir o Mondo na Rodada no UOL Mais (link alternativo).