Baú do Palestra – Os números do Derby

periquitoAntes de começar a minha coluna propriamente dita, gostaria de pedir desculpas ao público do Mondo Verde, pois esta análise que faço sobre a história do clássico entre Palmeiras X Corinthians deveria ter sido publicada na semana passada, porém, os afazeres profissionais e compromissos familiares me impediram de escrevê-la.

Bom, vamos ao que interessa.

Muito tem se discutido sobre os números do clássico entre Palmeiras e Corinthians, e, muitas coisas erradas têm sido publicadas e até mesmo o telão do Allianz Parque publicou os números errados antes do último clássico.

Com uma rivalidade que existe há 98 anos, não faltam polêmicas na história de Palmeiras e Corinthians, e, para a alegria do torcedor alviverde, a vantagem foi, é e continua nossa.

Os números, desde 1917, são:

  • 358 jogos
  • 126 vitórias do Palmeiras
  • 122 vitórias do Corinthians
  • 110 empates

 

Mas por qual razão aparecem números diferentes?

A razão é que alguém, em algum momento, publicou os números do clássico sem levar em conta os jogos do antigo Torneio Início do Campeonato Paulista.

Para quem não sabe ou não se lembra, o Torneio Início do Campeonato Paulista era uma competição disputada, geralmente no Pacaembu, em um sábado, antes de o campeonato oficial começar, e com jogos de 15 minutos de duração.

Com sua primeira edição em 1919, o Torneio Início foi disputado 48 vezes. Palmeiras e Corinthians lideram a lista de campeões com oito títulos cada clube. (Vale lembrar que a última vez que o Torneio Início foi disputado foi em 1996, com a Portuguesa ficando com a taça).

Palmeiras e Corinthians se enfrentaram seis vezes pelo Torneio Início, com quatro vitórias do Palmeiras e duas vitórias do Corinthians.

Sem os jogos do Torneio Início os números do clássico ficam assim:

  • 352 jogos
  • 122 vitórias do Palmeiras
  • 120 vitórias do Corinthians
  • 110 empates

 

Como se pode observar nos dois cenários a vantagem é do Palmeiras.

Mas não é apenas na estatística geral que a vantagem é palmeirense.

Se formos olhar as goleadas, as duas maiores são do Palmeiras; 8 a 0 em 1933 e 6 a 0 em 1948.

As decisões de títulos também possuem números positivos:

Ao total Palmeiras e Corinthians participaram de nove disputas de grandes títulos, com seis vitórias do Palmeiras contra três do Corinthians.

Vejamos:

  • Palmeiras campeão paulista contra o Corinthians em 1936, 1974 e 1993
  • Corinthians campeão paulista contra o Palmeiras em 1954, 1995 e 1999
  • Palmeiras campeão do Torneio Rio-SP contra o Corinthians em 1951 e 199
  • Palmeiras campeão brasileiro contra o Corinthians em 1994

 

Outro fato que não podemos nos esquecer é que nas duas vezes que se encontraram em jogos de mata-mata pela Libertadores da América, o Palmeiras venceu as duas em 1999 (quartas de final) e 2000 (semifinal, aquela que o Marcos defendeu a cobrança de pênalti do Marcelinho Carioca).

Também podemos citar que, em 1938, a Liga Paulista de Futebol Profissional realizou dois campeonatos paulistas no mesmo ano, já que a parada para a Copa do Mundo (disputada na França, e que a Itália foi campeã) durou três meses, e, para não deixar os clubes por tanto tempo parados, foi disputado, além do campeonato normal, um campeonato extra que durou de maio a agosto de 1938.

Como não poderia deixar de ser, o Palestra Italia bateu o velho rival na decisão, com um empate por 0 a 0 e uma vitória por 2 a 1.

Por tanto, se algum corintiano se queixar dos fatos, nem ligue, pois como sempre foi dito: o freguês sempre tem razão!

Abraço a todos!