Barcos dá show e Palmeiras vence Botafogo na Sulamericana

Com um ótimo segundo tempo e uma atuação brilhante de Barcos, que fez dois golaços, o Palmeiras venceu o Botafogo na noite desta quarta-feira (1º) pelo placar de 2 a 0 na partida de ida da fase inicial da Copa Sulamericana.

O segundo jogo será realizado no dia 23 no Engenhão, e o Verdão pode perder até por um gol de diferença que ainda assim estará classificado para a próxima fase da competição. 3.833 pessoas estiveram presentes na Arena Barueri.

Com o retorno de Marcos Assunção, mas sem um armador de origem (Daniel Carvalho e Valdívia estão contundidos), o Palmeiras veio com Mazinho para armar e Maikon Leite e Barcos no ataque.

Com marcação mais efetiva e predomínio no meio-campo, o Botafogo logo tomou o comando das ações, embora tenha mostrado pouco capricho na hora das finalizações.

Aos 17 minutos, a melhor oportunidade da equipe carioca, em contra-ataque rápido finalizado na trave pelo meia Andrezinho. Bruno fez grande defesa em chute de Vitor Júnior, no outro bom momento do clube da estrela solitária, aos 21 minutos.

Por sua vez, o Palmeiras não criou uma única jogada efetiva de gol na etapa inicial. Além de erros constantes na hora do último passe, Marcos Assunção também não mostrou inspiração nas três cobranças de falta que teve a seu dispor.

Insatisfeito com o desempenho de Mazinho no meio, Flávio Murtosa (Felipão ficou nas arquibancadas, em protesto contra a escalação dos bandeiras) tirou-o ainda no primeiro tempo, aos 38 minutos, colocando Obina na sua vaga.

Para a etapa final, o Verdão voltou a campo com mais uma alteração: Fernandinho na vaga de Maikon Leite, como forma de tentar dar mais consistência ao meio-campo. E deu certo.

Logo a um minuto de partida, Artur cruzou boa bola que encontrou Barcos no lado esquerdo do ataque alviverde. El Pirata dominou a bola, livrou-se do zagueiro alvinegro e finalizou com precisão. 1 a 0 Palmeiras.

A partir daí, o Verdão passou a dominar as ações da partida, explorando o jogo pelas pontas e sufocando o Botafogo. O segundo gol parecia iminente, e acabou vindo mesmo, para nossa alegria.

Aos 19 minutos, João Vitor fez um belíssimo lançamento. Barcos matou a bola no peito, livrou-se do zagueiro e bateu de esquerda com precisão, ampliando o marcador.

Com o resultado garantido, Murtosa tirou Marcos Assunção aos 21 minutos, colocando Márcio Araújo na sua vaga. A partir daí, o Botafogo até que tentou, mas em sua única grande chance, aos 24 minutos, Bruno fez outra defesa milagrosa em chute de Rafael Marques.


******

Ouça também o nosso boletim diário, o Torpedo Verde: