Baderna em Recife: dois pesos, duas medidas

Na cabeça de todos, o que importa, neste exato momento, é a final de domingo contra a Ponte Preta. É cravar nosso primeiro título do século XXI, e ver o Palmeiras voltando a sua rota habitual, interrompida por políticas desastrosas como a funesta “bom e barato”, que, na prática, era ruim e caríssima, levando-se em consideração a relação custo-benefício. Mas não tenho como me calar, ao ver a diferença do tratamento dado pela imprensa em relação aos incidentes ocorridos no Palestra Itália após Palmeiras 2×0 São Paulo, e aos verificados em Recife, no jogo da Copa do Brasil que todos sabem como acabou.

Começa pela baderna da torcida adversária, que estourou fogos durante a madrugada, como forma de atrapalhar deliberadamente o repouso dos atletas alviverdes. Após, a recepção do tipo gado proporcionada aos heróicos representantes de nossa nação, incluindo o amigo Eduardo Queiroga, recepcionados como se bandoleiros fossem. Pior: um foguete atingiu o ônibus que levava nossa delegação ao funesto estádio da Ilha do Retiro, quebrando um vidro e tudo. Isso, além do fato de a imprensa local ter colocado na boca de nossos jogadores e comissão técnica palavras que eles não falaram, ajudando a incentivar ainda mais a atmosfera beligerante.

Incidentes tão ou muito mais graves do que a já cômica ação do “gás de pimenta”. No entanto, a imprensa praticamente as ignorou. Lógico que não sou tonto a ponto de querer atribuir apenas a isso a péssima atuação dos comandados por Vanderlei Luxemburgo, que realmente não estiveram em jornada favorável. Mas porque ninguém fala em interdição para o estádio pernambucano? Porque não se faz uma averiguação para ver quem tomou essas atitudes antidesportivas? É, meus caros, dois pesos, duas medidas.

Enquanto isso, tome matérias sobre Inter de Limeira, Vasco na Mercosul de 2000 etc, com o óbvio intuito de baixar o moral de nossos atletas. Não conseguirão atingir seus objetivos escusos. Essa é a minha certeza!

*********

Ouça também o Torpedo Verde, o boletim diário da Rádio Mondo Palmeiras.