Até quando Roberto Frizzo aguenta?

Por Flavio Canuto

Depois de um 2011 ruim, com todos os erros possíveis sendo cometidos em uma temporada, a cabeça do vice-presidente de futebol, Roberto Frizzo, está a prêmio.

A pressão exercida sobre o presidente Arnaldo Tirone é enorme, tanto dentro do clube quanto entre os torcedores.

É de conhecimento de todos também o entrevero do Frizzo com o Felipão, e nenhum time do mundo pode dar certo com um cartola que não se dá com o treinador.

Tirone tem demosntrado que está prestes a ceder, e o diretor piadista pode mesmo deixar o cargo nos próximos dias. Duro é saber que outro amador, despreparado para exercer esse cargo tão importante, pode assumir o cargo.

Cada um deve fazer o que sabe, é assim em qualquer lugar, menos nos arcaicos clubes de futebol do Brasil.

Deixem o departamento a cargo do César Sampaio, e só dele, por favor!!!

Abraço a todos!