As deusas do futebol alviverde

chamada19.gif

savoia_fem.jpgO torcedor, hoje acostumado a dividir a arquibancada com o sexo oposto, já não deveria se surpreender. Arriscaria dizer que o palmeirense, sobre todos, mal nota a diferença. Eu, que freqüento estádios desde 1991, posso atestar a presença constante das mulheres no Palestra Itália. E, nesses mais de 15 anos, foram raras as vezes que o assunto chamou minha atenção. No entanto, ter acompanhado a ala feminina da Acadêmicos da Savóia na recente caravana ao Anacleto Campanella, obriga-me a mudar o foco sobre o tema. 

Fundada em agosto de 2005, a Feminina da Savóia é fruto de um ideal inicialmente compartilhado por sete garotas. Elas, na intenção de contrariar, quiseram provar que futebol exerce sobre homens e mulheres o mesmo fascínio e encontraram abrigo na Acadêmicos. “Fomos muito bem recebidas pelos meninos, que nos deram carta branca e nos apoiaram”, destaca a ex-presidente Flavia Lamezzi. Convidada recentemente para compor a diretoria geral, ela prova que, além do apoio masculino, a mulher tem voz ativa na torcida.

É o reconhecimento oficial do presidente Leandro Camargo pelo trabalho e dedicação das 40 meninas que agora integram a primeira organizada da capital paulista. É fácil perceber que elas simbolizam o novo e que marcarão a história. Que fazem a diferença entre o passado e o futuro da participação da mulher no mundo da bola. Imponentes, discutem escalação e esquema tático. Com raça, cantam e vibram. O amor e o respeito ao escudo alviverde, escancarados na tatuagem que Flavia ostenta com fibra, estão presentes no olhar de cada uma delas.

No comando atual, Maiara Batista, Thathá e Carlinha (respectivamente, presidente, vice e diretora) assumem a continuidade da ala feminina. Sob o triunvirato, a responsabilidade de seguir honrando o Palmeiras em nome de uma geração que se firma enfim como a real torcedora palestrina. Quem as vê, ora empunhando a faixa que as identifica, ora frente à bateria, prevê o sucesso da missão. O cenário que pinta a união entre beleza, paixão e emoção não deixa dúvidas. Orgulhem-se, palmeiristas! Que essas meninas, sim, nos representam.

Confiram em Galerias de Imagens, ao lado, várias fotos das meninas na galeria Torcida feminina.