Arbitragem, Edmundo, Porpeta e a trave derrubam Palmeiras

O tabu se manteve. Não ganhamos do Cruzeiro no Mineirão de novo. Agora, as atuações medíocres de Giulliano Bozzano (que consegue ser pior que seu pai, o ex-árbitro Dalmo Bozzano), do Edmundo (não pode perder os dois gols que perdeu), do nosso amigo Marcinho Porpeta (não corre, não passa, não chuta e só tropeça) e da senhora trave, que salvou o Smurf mineiro em três oportunidades, além é claro da teimosia do “seo” Tite em não escalar El Mago no lugar de Juninho, ajudaram muito nessa derrota.

O jogo começou com o Smurf correndo que nem louco, tentando fazer um gol, e não conseguindo porque o nosso guarda metas Diego Jack Johnson Cavallieri fechou o gol executando no mínimo quatro milagres, em chutes a queima-roupa. O juiz, que já estava inventando faltas para o time mineiro na entrada da área, claro tinha que dar um pênalti no mínimo duvidoso, com a ajuda do “criança esperança” Wendell, que trombou com o medíocre Élson dentro da área.

A cobrança foi ruim, e quase nosso espetacular arqueiro defende. O que irritou nesse lance é a falta de critérios dos homens de preto. Houve invasão por parte do jogador Smurf, mas o Bozzano fez que não viu, e não cumpriu a regra que manda voltar a cobrança nesses casos. Daí, o Palmeiras começou a jogar, mas a defesa falhava muito, principalmente o Alceu, que ainda não sabe se é volante ou zagueiro, apesar de que este colunista que vos escreve achar que ele não é uma coisa nem outra, e Dininho, que está atuando pela direita, sendo que sempre atuou pela esquerda no Azulinho, onde o finado Serginho ou mesmo o Daniel Dentadura jogavam pela direita. Edmundo resolveu não fazer gols no amigo Fábio, goleiro que jogou com ele no Vasco e no próprio Cruzeiro, e perdeu dois gols feitos cara-a cara.

Porpeta também tinha de fazer das suas e perdeu outro gol feito. No segundo tempo, com o time mineiro com um a menos e visivelmente pregado, pressionamos sem competência para empatar. E mais uma vez, não ganhamos no Mineirão. Espero que quinta o time pelo menos mostre vontade, coisa que hoje não aconteceu!