Apito rosa não descansa nem no último jogo

“De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto.” – Rui Barbosa, 1849-1923

Pois é, no País onde “o importante é levar vantagem em tudo”, o título brasileiro de 2008 ficou com o clube mais beneficiado pelos erros de arbitragem, como no gol que decidiu a competição.

Parabéns aos corruptos da nação. Parabéns aos hipócritas.  E aguardemos ansiosamente pelo pronunciamento da CBF. Será que vale a pena esperar?

Abraço a todos!