Apesar do apito, Palmeiras é o líder do Campeonato Brasileiro

O Palmeiras venceu mais uma partida neste domingo. Nosso aproveitamento neste segundo turno é de 86.6%. Com esse 2 a 0, conquistamos a liderança isolada do Brasileirão e também tiramos um rival direto da disputa. No entanto, esta foi mais uma vitória palmeirense com muitos erros de arbitragem.

Nas minhas contas, pelo menos dois pênaltis e uma falta na entrada da área deixaram de ser assinalados pelo árbitro Ricardo Marques. Se o Grêmio estivesse num momento melhor, ou se o Dudu não estivesse voando em campo, o Palmeiras poderia ter problemas para conquistar os três pontos.

Foi assim também contra o SPFC, quando voltamos a vencer na casa deles depois de tantos anos, quando a arbitragem foi caseira demais e nos prejudicou em várias ocasiões. Faltam apenas nove partidas para o término do Brasileirão.

Na Copa do Brasil, não foi diferente. Nem o VAR nos salvou de um erro crucial no último lance da primeira partida da semifinal contra o Cruzeiro.

A partida contra o Flamengo, que será disputada poucos dias depois da primeira semifinal da Libertadores, contra o Boca Juniors. Você tem alguma dúvida que, principalmente contra esses dois adversários, o apito será uma das nossas principais preocupações?

Dentro de campo, o time está preparado para todos os desafios, mas nem sempre tudo dá certo. A bola não entra, o adversário se fecha bem depois de conquistar uma vantagem. Aí é que o apito pode decidir os rumos de uma temporada.

O pessoal lá dentro precisa estar preparado para o que vem por aí. É preciso denunciar tudo o que acontecer de errado e/ou suspeito nesta reta final de Brasileirão/Libertadores. Até o Felipão já percebeu que corremos risco e não vai se calar, tenho certeza disso.

Com a bola nos pés, estamos no caminho certo e nada pode nos atrapalhar.

Abraço a todos!