Análise: Vitória no Chile classificará o Verdão

Ao contrario do que alguns poderiam pensar em um primeiro momento, a vitória de 2 a 1 do Sport Recife em casa contra o Colo-Colo do Chile não pode ser considerado um mal resultado para nós. Lógico que se os pupilos de Nelsinho Batista tivessem ganho por uma diferença maior de gols, isso poderia ter nos proporcionado a oportunidade de jogar apenas por um empate contra os chilenos para garantir nossa qualificação nas oitavas de final da Taça Libertadores da América.

E um empate poderia deixar mais viável a possibilidade de conquistarmos o primeiro lugar da chave. Mas os “se” já se foram, pelo menos os relativos ao que poderia ocorrer até agora. Faltam apenas dois jogos, e uma das vagas já está nas mãos do Sport Recife, que garante o primeiro lugar no grupo 1 com um simples empate diante da já eliminada (e atual campeã do torneio) LDU, do Equador.

Para nós, uma vitória por qualquer placar nos coloca na próxima fase. O Colo-Colo joga pelo empate. Sendo otimistas e partindo da hipótese de nossa vitória contra os chilenos, seremos os vencedores do grupo se o Sport perder em Quito por qualquer placar.

A conta é simples: eles tem dois gols de saldo positivo, e a gente, um. Se perderem mesmo pela diferença mínima, o saldo dos pernambucanos cairá para um. Nós, por sua vez, com uma vitória simples, passaremos a ter dois, de saldo. Ou seja, todo palmeirense tem de torcer para a sua equipe e, de quebra, ser LDU desde criancinha.

******

Ouça também o Torpedo Verde, o boletim diário da Rádio Mondo Palmeiras.