Análise: Palmeiras tem problema defensivo exposto em dérbi

No jogo mais aguardado do ano, o Palmeiras foi derrotado pelo rival por 2 a 0, na Arena Corinthians. Terminando assim a invencibilidade conquistada até então.

A partida se iniciou como todo Dérbi, ambas as equipes tentando se impor taticamente e buscando o controle da partida. O Palmeiras, como sempre, em seu 4-1-4-1. O Corinthians de Carille variou entre 4-2-3-1 e 4-2-4-0 com Rodriguinho e Jadson revezando como “falso 9”.

Foto: Leonardo Miranda | Foto: PremiereFC/Análise Palmeiras

O Palmeiras conseguiu bons minutos durante o 1º tempo. Pressionava o rival em seu campo de defesa (imagem abaixo), conseguia evitar a profundidade do Corinthians e disputava a posse da bola com intensidade.

Conseguimos criar situações de gol em 2 ou 3 momentos, mas com pouca efetividade. Até o momento do gol adversário, fizemos um jogo equilibrado. Tanto que terminamos a primeira etapa com mais finalizações (7. 5 delas dentro da área).

Mas foi num lance de total desatenção que surgiu o gol do rival. Corinthians trocou passes e o Palmeiras não conseguiu se organizar defensivamente para matar o avanço adversário.

Willian (amarelo) não estava em seu setor, estava no centro. Por isso, Borja (verde) precisava fazer a compensação no setor direito. E foi lá que Maycon encontrou espaço para progredir na ENTRELINHA – espaço ocupado por Felipe Melo, nas costas de Tchê Tchê e Lucas Lima.

A entrelinha foi onde Carille encontrou a vitória no clássico. Ao colocar Jadson e Rodriguinho aparecendo por ali, sem encostar nos zagueiros, sobrecarregou Felipe Melo, pois os zagueiros não saiam da linha defensiva e nem Tchê Tchê/Lucas Lima tinham velocidade para girar o corpo e se recuperarem.

Faltou intensidade para BLOQUEAR OS PASSES VERTICAIS do rival, trazer os meias centrais para trás ou alinhar Tchê Tchê ao Melo. Veja mais um ataque do rival por lá:

Roger, em entrevista coletiva, disse que “as convicções continuam iguais. Mas que é necessário fazer ajustes. Quando se depara com dificuldade, precisa encontrar soluções para os desafios seguintes”.

E eu, particularmente, concordo. Palmeiras precisa seguir fortalecendo seu modelo de jogo, buscando solidez e assimilação das ideias do treinador. O Dérbi é um campeonato a parte, fato. Mas temos outros a disputar (e esses valem taça).


*O Análise Palmeiras surgiu com a ideia de motivar o torcedor palmeirense a pensar o jogo, atravéns de informações táticas, estatísticas e opiniões, afim de motivar um melhor debate entre todos os amantes do Verdão.

E-mail: analisepalmeiras@gmail.com
Twitter: @Analise_SEP