Toninho Cecílio ou Ronaldo: quem tem razão?

toninho_cecilio

Um assunto que vem sendo muito comentado é sobre a declaração do gerente de futebol, Toninho Cecílio, rebatendo a afirmação do Ronaldo de que o Palmeiras também havia perdido jogadores:  “O Keirrison saiu porque tinha uma cláusula assinada que o liberaria mediante uma proposta do Barcelona por um determinado valor. Foi o que aconteceu e ele foi liberado. Qualquer outro atleta só será liberado com autorização do presidente do Palmeiras daqui para frente”, disse o gerente de futebol palmeirense.

Ele falou algo errado? Não. Realmente não houve um desmanche no Palmeiras, mesmo com todo o assédio dos clubes estrangeiros sobre os nossos jogadores. O presidente e parceira Traffic bancaram, numa atitude inseperada e muito bem vinda, a manutenção do elenco.

Outra coisa, o jogador que saiu não estava fazendo diferença dentro de campo, como já discutimos aqui milhares de vezes. Pior, estava trazendo problemas dentro do elenco. Para mim, a declaração de Ronaldo foi muito infeliz, assim como quase tudo o que ele faz fora de campo, e que é facilmente esquecido pela imprensa.

O que eu não entendo é porque estão condenando as declarações do Toninho (que aparece na foto perto de uma bandeira suspeita). Se  dirigente palmeirense fica quieto, é covarde. Se fala, é falastrão?

Acho que sempre que o Palmeiras for envolvido em uma polêmica desnecessária, alguém do clube deve se posicionar. Concordam?

******

Ouça também o Torpedo Verde, o boletim diário da Rádio Mondo Palmeiras.