Adidas assume a responsabilidade sobre o imbróglio

Parece que a confusão inciada na última sexta-feira envolvendo o presidente Paulo Nobre e o principal patrocinador do Verdão chegou ao fim.

A Adidas emitiu hoje uma nota oficial na qual assume toda a responsabilidade pela confusão e tira qualquer dúvida que poderia haver sobre a participação efetiva do presidente Paulo Nobre.

A empresa, no entanto, não deixa claro sobre quem enviou o e-mail com as informações sobre camisa retrô para a Crefisa.

Confira a nota abaixo:

“A adidas esclarece que a proposta da camisa retrô, inspirada nos uniformes da Sociedade Esportiva Palmeiras do início da década de 90 (com patrocínio da Parmalat), partiu da empresa, para eventualmente ser implementada, somente caso o clube e seus demais patrocinadores estivessem totalmente de acordo, assim como são feitos todos os processos de aprovação de produtos entre adidas e o clube.

A adidas jamais teve intenção de causar qualquer transtorno entre o clube e seus patrocinadores. Com uma das parcerias mais profissionais e bem-sucedidas do futebol brasileiro, adidas e Palmeiras, sempre prezam pela inovação, respeito e pelo serviço aos torcedores. Foram propostas ousadas e inovadoras que possibilitaram a criação de produtos como a camisa verde limão, a amarela e a azul com a Cruz de Savóia.

Reforçamos ainda a postura do Presidente Paulo Nobre, que sempre preza pela relação clube e patrocinadores, procurando sempre conciliar os interesses de cada um.”

Bem, o que interessa pra gente é que essa história tenha terminado de uma vez por todas. Não precisamos de mais problemas por aqui.

Abraço a todos!