A Vida dos Outros – Edição RDéizzz

Considerações e ironias referentes aos outros clubes que, para infelicidade deles, nunca conseguirão sequer chegar perto da Sociedade Esportiva Palmeiras.

*********************************************************************************
Irmãos Metralha Dentuços da bola detonam Menguinho; ô, dó!-1
Início de 2011. Grêmio, Palmeiras e Flamengo duelavam pelos direitos federativos de Ronaldinho Gaúcho.

Após fazer os dirigentes dos dois primeiros de palhaços, garantindo na base da palavra acertos que acabaram não sendo concretizados, Assis Bom Caráter acabou fazendo negócio com a equipe atualmente presidida por Patrícia Tamborim.

Nem é preciso dizer que a contratação acabou sendo encarada como uma grande vitória dos cariocas em relação a seus rivais. A chamada rasteira, o golpe de mestre, o momento chave.

Pois dizem que nada como rir por último. E é exatamente isso o que estão fazendo gaúchos e paulistanos.

Além de sair do Menguinho pela porta dos fundos (o que ele garantiu que não iria fazer) nesta quinta-feira (31), Dentuço Ex-Carioca ainda vai enfiar um processo nas fuças do clube que jurou amar, querendo faturar a bagatela de R$ 40 milhões, segundo seus advogados. Amorzinho caro esse, heim?

*********************************************************************************

Irmãos Metralha Dentuços da bola detonam Menguinho; ô, dó!-2
O fim melancólico da parceria com o eleito melhor do mundo nos anos de 2004 e 2005 e atualmente ex-atleta em atividade, como diria o comentarista esportivo Paulo Cesar Vasconcellos, não poderia ter vindo em pior momento para a agremiação carioca.

Afinal de contas, o clube já amarga uma desclassificação precoce em sua competição prioritária no ano, a Libertadores, e mais uma eliminação precoce no campeonato carioca. E inicia sua trajetória no Brasileirão na base de dois empates bastante insatisfatórios.

Quem deve estar morrendo de ir é Vanderlei (ou Wan Der Ley, ou Van Den Tuço, ou Van Der Sem Lei, ou sei lá!) Luxemburgo, que sambou do Menguinho no início do ano justamente por peitar o Dentução. Acabou perdendo o duelo, mas provou que tinha razão na treta.

*********************************************************************************
Irmãos Metralha Dentuços da bola detonam Menguinho; ô, dó!-3
Em entrevista coletiva realizada nesta sexta-feira, Patrícia Tamborim admite que o clube que preside levou uma pancada que deixará cicatriz, mas promete brigar na Justiça para detonar Pernalonga Genérico e não pagar a fortuna que o jogador exige.

O engraçado nessa história é que quando Ronaldinho Gaúcho chegou ao Flamengo, o clube tinha a Traffic como parceira para pagar o seu imenso salário de quase R$ 1.3 milhão (incluindo direito de imagem, incentivos etc), e acreditava que conseguiria atrair patrocinadores máster para a sua camisa. Quebrou a cara bacaninha.

Mais: além de não ganhar uma moedinha de cinquenta centavos com a presença do irmão de Assis Bom Caráter durante os um ano e três meses em que permaneceu no clube, eles ainda tiveram de contar com o sumiço da empresa de Jota Havilla, que parou de pagar o salário do ex-jogador da selenike.

Mas fica a esperança para a cariocada: nesta sexta (1º), Adriano Emperrador, que exigia uma grana preta do Ultimão, acabou aceitando menos de R$ 2 milhões para encerrar seu imbróglio com o time paulistano. Quem sabe ao menos o ex-clube de Zico consiga não ir à falência ao final desse processo…

*********************************************************************************
Irmãos Metralha Dentuços da bola detonam Menguinho; ô, dó!-4
Agora, fica claro o porque Assis Good Person realizou aquele pequeno saque na loja do Flamengo, na semana passada. Ele sabia que era a última oportunidade de faturar alguma coisa por lá…

O engraçado é agora ver Generic Bugs Bunny sendo oferecido para diversos outros clubes e as respostas “não!” se multiplicarem de forma exponencial. De quebra, o sujeito ainda está fora da selenike,onde, pelo visto, fechou as portas de vez.

Aliás, ele acabou mesmo foi no Galo de Minas… Vá com Deus!!!!

*********************************************************************************

A longa e sinuosa estrada de Adilson Batista: chama o pai Edú!
O fim de feira que se transformou a carreira do treineiro Adilson Batista parece não ter fim. Agora, ele conseguiu a façanha de levar um solene bico nos fundilhos do medíocre Atlético Goianiense, clube no qual trabalhava há menos de dois meses.

Nos últimos três anos, Batista passou por Corinthians, Santos, Atlético-PR, São Paulo e, agora, Atlético-GO. Foi demitido de todos de forma humilhante, após acumular resultados bastante fracos. A Vida dos Outros já passou a ele os contatos do Pai Edú, pois pelo visto será a sua última chance de sair dessa draga.

Primeiro treinador demitido neste Brasileirão, Adilson ainda teve de encarar outra ironia. Ele foi substituído pelo herói de Flávio Canuto, o treinador Hélio dos Angeles (ou Hélio LAX, ou ainda Hélio de Los Angeles), exatamente quem ele veio substituir em Goiás.

Mr. De Los Angeles saiu da equipe goiana em março deste ano, após rachar o pau com os dirigentes de lá. Agora, está de volta. Coisas do mais do que maluco futebol brasileiro.

Última ironia: há duas semanas, mais ou menos, Adilson Batista recebeu convite para voltar ao Cruzeiro, time onde viveu a melhor fase de sua carreira como treinador. Ele recusou, pois achava absurdo sair do Atlético-GO apenas 40 dias após ter sido contratado. Se arrependimento matasse…

*********************************************************************************

Semana que vem tem mais, se Deus quiser! Agradeço aos patéticos adversários, sempre me fornecendo boa munição, e aos frequentadores de Mondo Verde! E nunca se esqueçam: o bom-humor ajuda a evitar ataques cardíacos, derrames, tentativas de suicídio, etc…

[poll id=”32″]