A Vida dos Outros- Edição 6 (Nova Fase)

Considerações e ironias referentes aos outros clubes que, para infelicidade deles, nunca conseguirão sequer chegar perto da Sociedade Esportiva Palmeiras.

*************************************************************************

Lider da “Turma do Pagode” não se esquece de nós

Infelizmente, a postura de certos jogadores de futebol parece que não se alteram mesmo. Vejam o caso daquele certo volante (foto), que chegou no Palmeiras em 2012 mediante grandes expectativas e que, infelizmente, pouco nos deu em troca do muito que gastamos com ele.

O cara pulou o muro e foi para o time do Jardim Leonor fazer companhia a “Chico Xavier”. Beleza, fim de história, vida que segue, que seja feliz para sempre. Mas o cara insiste em colocar o nome do Alviverde Imponente na pauta.

Em entrevista coletiva, o cidadão, reconhecido como o líder da “Turma do Pagode” no período em que vestiu a nossa camisa (vestiu, apenas, não honrou), o cidadão disse acreditar ter sido prejudicado pelo Verdão em sua transferência, e que por isso iria torcer para os peixeiros na final da Copa do Brasil.

Cara, um conselho de amigo: ao invés de ficar falando do time que você não soube valorizar, treine um pouco mais e tente ser titular desse timeco aí que você defende atualmente, e do qual o senhor não sai do banco. E nos esqueça. Que nós já o esquecemos…

*************************************************************************

 O prêmio que aumenta conforme a conveniência

Uma notícia passou batida pelos jornais nesta quinta-feira (5). Trata-se de nota que afirma que o time ainda comandado de fato (mesmo sem ser de direito) pelo adorável comedor de esses (Andres Sanchez, quem mais?) irá receber um bônus de R$10 milhões da Rede Globo se confirmar seu título no Brasileirão 2015.

Anualmente, os 16 primeiros colocados da primeira divisão do Brasileirão recebem  um bônus da emissora, com valores maiores para os melhores colocados. Só os quatro rebaixados não embolsam nada, saindo de cena com uma mão na frente e a outra atrás.

Agora, a cereja do bolo. Nos dois últimos anos, o vencedor Cruzeiro recebeu nessa mesma condição de campeão R$ 9 milhões por título conquistado, ou seja, um milhãozinho a menos por ano do que a gambazada faturará. Esse valor ficou congelado durante esse período.

Tenho certeza de que qualquer comentarista da grande imprensa dirá que esse aumento justo no momento em que Empatite e sua turma venceram é mera coincidência. Deve ser mesmo. Mas, sabe, é tanta coincidência na trajetória desse clube que a gente fica besta!

*************************************************************************

O Vasco, pelo visto, joga como nunca e cairá como sempre…

 Nada mais difícil para um clube grande do que ficar na temida zona do rebaixamento (ou zê menos quatro, como eu o chamo) do Brasileirão. Sair dali costuma ser um parto de dinossauro, ainda mais quando você se encaixa lá durante umas boas rodadas. O Vasco que o diga.

O clube carioca, que voltou à Série A neste ano após amargar seu segundo rebaixamento, parece fadado a cair de novo. E seu possível rebaixamento está ocorrendo com requintes de crueldade. Durante um bom tempo, a queda parecia inevitável, coisa certa mesmo.

Eles chegaram a ficar a absurdos 12 pontos atrás do 16º colocado e único a se manter na elite do futebol brasileiro. Aí, com a chegada do treinador Jorginho, desandou a ganhar uma partida atrás da outra, e essa distância se reduziu a meros três pontinhos. Aí….

Bem, aí, a zica voltou. Nas últimas cinco partidas, foram quatro empates e uma derrota justo para o Fluminense, sendo que mesmo em seus piores momentos no ano os vascaínos estavam vencendo todos os clássicos regionais. Resultado:  a distância para o primeiro clube fora do zê menos quatro (atualmente o Avaí de Gilson Kleina) é de cinco pontos, com 15 pontos ainda a serem disputados.

Na lanterna do torneio, o time presidido por Eurico Miranda Eterno terá uma tabela dificílima pela frente, com direito a encarar Palmeiras e Corinthians. Ou seja, quando parecia estar livre do desastre, eis o desastre de volta. O horror!

***************************************************************************

Como gastar uma fortuna e não ganhar nada com isso

 No início de 2015, a imprensa paulistana apostava forte as suas fichas no São Paulo Futebol Clube como grande favorito a conseguir grandes conquistas durante o ano. Tinha o melhor elenco, era mais organizado, estava no caminho dos títulos, diziam.

Pois o ano está chegando perto do fim, e só temos uma certeza: será mais um ano sem troféus no quintal do Jardim Leonor. O máximo que pode rolar é uma vaga para disputar a Libertadores em 2015, torneio no qual, nos últimos anos, o Tricolixo só tem dado vexames.

O mais bacana é vermos o quanto eles gastam para isso. Segundo informações da coluna Painel FC da Folha de S.Paulo publicada no dia 31 de outubro próximo passado, a folha salarial do clube é de cerca de R$ 12 milhões, de longe a maior entre os grandes de SP.

A nossa folha salarial está em torno de R$7,2  milhões; a dos gambás, R$8,3, e a dos peixeiros, pouco mais do que R$4 milhões. É o que dizem os entendidos em finanças: não é questão de gastar muito, e sim de saber gastar. E as atuais “meninas de Laudinho”, pelo visto, não entendem o significado dessa máxima da economia…

*************************************************************************

 Titio Marin, quem diria, acabou em Nova York de tornozeleira

José Maria Marin enfim conseguiu voltar a Nova York, cidade na qual possui um apartamento daqueles dos sonhos. Pena que tenha sido de forma não muito nobre, digamos assim. Afinal de contas, ter de usar tornozeleira não deve ser uma experiência de se invejar.

O ex-vice-governador paulista e ex-presidente da Federação Paulista de Futebol e Confederação Brasileira de Futebol aguardará seu julgamento em liberdade, graças à garantia de R$ 57 milhões dado à Justiça norte-americana. A boa notícia (para ele): ele só pagará essa dinheirama se não cumprir o acordo com a Justiça dos EUA.

Levantamento feito pela imprensa garante que o dirigente possui nove imóveis, sendo três deles adquiridos em 2014. Só a casa que possui na avenida Europa, em São Paulo, é avaliada em torno de R$ 21 milhões.  No total, os imóveis no Brasil valeriam em torno de R$ 62 milhões. E há quem não entenda porque tanta gente se envolve com o futebol…

*************************************************************************

Semana que vem tem mais, se Deus quiser!  Agradeço aos patéticos adversários, sempre me fornecendo boa munição, e aos frequentadores de Mondo Verde! E nunca se esqueçam: o bom-humor ajuda a evitar ataques cardíacos, derrames, tentativas de suicídio etc