A vida dos outros

Considerações e ironias referentes aos outros clubes que, para infelicidade deles, nunca conseguirão sequer chegar perto da Sociedade Esportiva Palmeiras.

********

A diferença entre a gambazada e a urubuzada
Como presidente ad eternum do Instituto Fabian Chacur de Piadas Imbecis/Idiotas, sei como poucos a qualidade de uma piadinha cretina. E a melhor do ano surgiu após a eliminação do Flamengo de Zé das Tranças e Adriano Cachaça da Libertadores. Já virou domínio público, então, lá vai: vocês sabem a diferença entre o Curíntia e o Flajuto?

Fácil: duas semanas, que é o prazo que o segundo levou para levar um solene bico nos fundilhos da Liberta 2010. A missão do urubu, como já havia escrevinhado na coluna passada, era mesmo fazer os Manos do Menezes caírem na real: Libertadores, nunca terão! E mais nada. Tem interino que vai virar estatística em breve, podem anotar.

********

Pra encarão o Ultimão, só  tomando muitas
Essa é sensacional. Uma pesquisa feita por uma associação comercial da cidade de São Paulo demonstra que, quando o time presidido por André Sanche, o adorável comedor de esses e amigão de Raul Bianchi, tem jogos exibidos pela televisão, o movimento nos bares de Sampa City aumenta 57,1%.

Acredito piamente nessa informação. Afinal de contas, ver Ducho e seus quilinhos, digo, colegas de equipe em campo só é possível com o cidadão enchendo o bucho com muita cerveja, cachaça ou coisas do gênero. Ninguém merece ver as peladas do time da camisa forro de caixão (© Raul Bianchi) de cara limpa. Não mesmo!

********

Quando a cabeça não funciona direito…
E ainda há quem se derrame de saudade ao ouvir o nome do atacante Kleber… Como é sua marca registrada, o jogador mais uma vez não soube controlar o gênio estourado e conseguiu a façanha de ser expulso de campo contra as meninas de J. J. Whisky aos dois minutos de jogo, após dar uma cotovelada na cara logo de quem, Richarlyson, que ficou sangrando no Panetone.

Quem, em sã consciência, quer um jogador desse tipo em seu elenco, independente da eventual qualidade futebolística do sujeito? Tô fora!

********

Quando sofrer parece ser a opção preferencial
Após demitir o técnico Vagner Mancini e perceber que o interino Gaúcho não é exatamente um Rinus Mitchels (o treinador que criou o Carrossel Holandês da Copa de 1974), os dirigentes do Vasco parece que resolveram pagar para sofrer ainda mais. Roberto Dinamite, que como presidente de clube continua sendo um grande jogador de futebol, contratou ninguém menos do que Celso Roth.

Sim, ele mesmo, o ídolo inconteste do Goleiro Verde, que venera o profundo conhecimento tático e as substituições sempre inspiradas do treineiro. Desse jeito, é nova temporada na Série B em 2011. E ele já chegou com tudo: “cada jogo do Vasco a partir de agora será uma guerra”. Provavelmente, uma guerra contra o futebol bem jogado.

********

Mais uma vaga para um amiguinho, não  é, seo Dunga?
As seleções brasileiras são sempre uma ação entre amigos, mas tem gente que exagera. Dunga, que tenta passar uma imagem de sério, vai pelo mesmo caminho. Além de só convocar jogadores cordeirinhos e que o obedecem até se ele espirrar, tem a seu lado antigos colegas da equipe que ganhou a copa de 1994, nos EUA.

Além de Jorginho, ele agora nomeou o ex-goleiro Frangarell, digo, Taffarel, como seu observador de jogos dos adversários, aquele “profissional” que ganhou o apelido de espião. Ele verá os jogos de Coreia do Norte, Costa do Marfim e Portugal, com o objetivo de fazer relatórios para o chefe. Todos sabem a importância desse tipo de trabalho: empregar amigos. Fica difícil torcer para essa gangue…

********

Semana que vem tem mais, se Deus quiser! Agradeço aos patéticos adversários, sempre me fornecendo boa munição, e aos freqüentadores de Mondo Palmeiras! E nunca se esqueçam: o bom-humor ajuda a evitar ataques cardíacos, derrames, tentativas de suicídio etc

********

Ouça também o Torpedo Verde, o boletim diário de Mondo Palmeiras.