A vida dos outros

Considerações e ironias referentes aos outros clubes que, para infelicidade deles, nunca conseguirão sequer chegar perto da Sociedade Esportiva Palmeiras.

******

E os vexames continuam no Ano Do “Semtenário”
Como seria de se esperar, a equipe presidida por André Sanche, o adorável comedor de esses e amigo fiel de Raul Bianchi continua acrescentando vexames em seu “semtenário”: sem títulos, sem dinheiro, sem vergonha… No fim das contas, os Manos do Menezes acabaram fora das semifinais do Paulista, o campeonato que eles mais ganham e que os caracteriza como Time de Comarca na isenta definição de Juca Kfouri (aquele). De quebra, ainda fizeram um favor a nós, rebaixando o detestável time do Rio Claro ao goleá-los por 5 a 1.

******

Barrigão traumatiza Ducho e o faz dar adeus à Copa da África
Como forma de desviar o foco de mais um vexame alvinegro no ano de sem “semtenário”, Ducho resolveu dar uma entrevista coletiva. “Não estudei jornalismo, mas aprendi com vocês. Temos de desviar o foco mesmo, pois temos uma competição importante pela frente”, afirmou o fofômeno. De quebra, admitiu estar abaixo de sua melhor forma e com poucas chances de ser convocado para a Copa da África. “Não sei dizer meu peso porque essa história me deixa traumatizado”, disse, ao ser questionado sobre quantas arrobas está pesando atualmente.

******

Roberto Carlos genérico força a barra para defender amigo
Todos sabem que o lateral-esquerdo Roberto Carlos, também conhecido como Roberto Carlos Genérico (afinal, o Rei continua sendo o original), é amigão do Ducho. Mas ele forçou a amizade. Em entrevista na sexta-feira (9), o ex-jogador da seleção e especializado em arrumar meias na hora errada quis tapar o sol com papel celofane. “Eu não acho que o Ronaldo está gordo. Ele está no seu peso normal. Muita musculação o deixou daquele jeito, não é gordura”, disse, em entrevista coletiva. Tudo bem. O Fenômeno não está gordo, assim como o Rio de Janeiro não está inundado e destruído. E Papai Noel existe, assim com Saci Pererê, Coelhinho da Páscoa etc

******

Os vexames do lanterna em mais um inchado Paulistão
Se ainda há quem ache 20 participantes um número correto para o Campeonato Paulista, vale repensar seus conceitos. Creio que 16 já seriam clubes demais. E a prova fica por conta dos times indigentes que o disputam. O exemplo clássico é o Rio Branco. A rebaixada agremiação de Americana, lanterna da competição, não tinha atletas suficientes para compor o banco na partida contra o Oeste, na última quarta-feira (7). A solução? O terceiro goleiro foi relacionado como se fosse jogador de linha. Meu Deus!

******

I Love The Nightlife, I Got to Boogie, on the Disco Round…
A diretoria daquele alegre clube situado no Jardim Leonor parece que descobriu o porque Marcelinho Paraíba, uma de suas grandes apostas para 2010(embora tenha ajudado a rebaixar o Coritiba no Brasileirão em 2009)não está dando certo. Segundo declaração de dirigente são-paulino ao Painel FC da Folha de S. Paulo, o atleta resolveu conhecer a vida noturna paulistana de novo. Pelo visto, a experiência deve estar sendo ótima, pois futebol que é bom, o atacante não joga há séculos. Ô, dó!

******

Semana que vem tem mais, se Deus quiser! Agradeço aos patéticos adversários, sempre me fornecendo boa munição, e aos freqüentadores de Mondo Palmeiras! E nunca se esqueçam: o bom-humor ajuda a evitar ataques cardíacos, derrames, tentativas de suicídio, etc…

******

Clique abaixo e ouça o Torpedo Verde, o boletim diário de Mondo Palmeiras.