A vida dos outros

Considerações e ironias referentes aos outros clubes que, para infelicidade deles, nunca conseguirão sequer chegar perto da Sociedade Esportiva Palmeiras.

******

Time da piada pronta vaia os próprios jogadores por engano
Depois, ainda há quem insista em dizer que aquele time da marginal sem número presidida pelo amigo número um de Raul Bianchi não é o campeão das piadas prontas. Quando Ducho e sua turma entraram em campo nesta quinta-feira (1) no Pacaembu, inicialmente foram vaiados por seus torcedores. Razão: eles os viram vestidos com jaquetas vermelhas, motivadas por campanha do fornecedor de material esportivo dele, e pensaram ser o elenco do Cerro Porteño, do Paraguai, seu adversário. Que mico, heim?

******

Contusão de atacante é comemorada por gremistas
Lembram do William Batoré, ex-atacante do Santos? Aquele mesmo, feio de cara e feio de bola. Pois bem. Na partida do Grêmio pela Copa do Brasil contra o Votoraty (SP), o jogador sentiu uma contusão aos dois minutos da etapa final, quando os gaúchos já venciam por 2 a 0. Ao perceber Batoré no chão e se contorcendo de dor, e vendo que ele seria substituído, o torcedor gremista comemorou como se fosse um gol do seu time. Só para constar, o “atreta” fez apenas dois gols desde que chegou ao clube há uns bons meses. Se a moda pega…

******

Frase que sempre marcou o Botafogo (RJ) volta à moda
Durante muitos anos, a frase “certas coisas só acontecem com o Botafogo” não saía dos noticiários esportivos. E ela voltou a ter validade na noite da última quinta (1), no estádio Engenhão, no Rio. O clube dirigido por Joel Prancheta Santana conseguiu a proeza de perder, e de virada, do Santa Cruz (PE), clube tradicional que hoje em dia joga a humilhante Série D do Brasileirão e não consegue se dar bem nem em seu estado natal. O gol que definiu a eliminação botafoguense ocorreu aos 44 minutos do segundo tempo, definindo o placar de 3 a 2 para o Santa. Ele tomaram gol até de um tal de Brazão. Meu Deus!

******

Gratidão  é palavra fora do vocabulário dos campineiros
Nos últimos anos, o melhor momento da Ponte Preta (SP) foi ter sido vice paulista em 2008 (o campeão vocês sabem quem fomos). O técnico da equipe na época era Sérgio Guedes. Pois nem isso levou os campineiros a deixarem de enfiar um solene bico nos fundilhos do mesmo ao serem eliminados da Copa do Brasil pela Lusa no Canindé. Detalhe: a derrota ocorreu já nos descontos. Ele havia retornado há não muito tempo ao clube e nem teve muito tempo para trabalhar. Isso só pode ser praga do Goleiro Verde. Merecida, por sinal. Afinal, ninguém por aqui engoliu a derrota por 2 a 0 para esse time que adora dar títulos de mão beijada para gambás e bâmbis.

******

Briguinha bâmbi x gambá  arranca risos constrangidos
Tem brigas que acabam sendo constrangedoras. Luis Cláudio Lula da Silva, o Lulinha, preparador físico dos Manos do Menezes e filho do Presidente Lula, postou no twitter a piadinha idiota que o IFCPI vetaria, de tão cretina: “ouvi de um amigo que o Monterrey jogará contra um monte de gays”. O goleiro do clube do Jardim Leonor e ídolo de Raul Bianchi, Rogério Ceni, respondeu: “tem gente cuja profissão é ser filho, fazer o que?”. Melhor ouvir essas coisas do que ser surdo, não é mesmo, Ludwig?

******

Semana que vem tem mais, se Deus quiser! Agradeço aos patéticos adversários, sempre me fornecendo boa munição, e aos freqüentadores de Mondo Palmeiras! E nunca se esqueçam: o bom-humor ajuda a evitar ataques cardíacos, derrames, tentativas de suicídio etc

******

Ouça também o Torpedo Verde, o boletim diário da Rádio Mondo Palmeiras.