A vida dos outros

Primeiro programa do ano gravado no olho no olho, quando a nossa interação é ainda maior, assim como a cornetagem, já que o time vem decepcionando.

Considerações e ironias referentes aos outros clubes que, para infelicidade deles, nunca conseguirão sequer chegar perto da Sociedade Esportiva Palmeiras.

*******

Todo Fenômeno tem seu dia de Souzômeno-1
É, meus caros, mesmo os grandes craques pagam seus micos por aí. Ronaldo, o maior artilheiro da história das Copas do Mundo, vive uma dessas fases em 2010. Apenas dois gols no ano e o auge da ruindade na partida de sua equipe atual, presidida pelo amigão de Raul Bianchi, contra o mais do que péssimo Paulista de Jundiaí.

Sua performance nessa partida (um a zero pro adversário, gol de – piada pronta – Mazola!) foi de dar vergonha no seu reserva, o mestre em perder gols Souza. Ao sair de campo, demonstrou serenidade e disse não ter medo de cobranças. Pois bastou uma meia dúzia de três ou quatro skunks o xingarem quando o atacante se preparava para entrar em seu carro para o cara mostrar o dedo do meio para eles.

*******

Todo Fenômeno tem seu dia de Souzômeno-2
Segundo o jornalista “Chico Languê, Viadô” no programa Gazeta Esportiva de quinta-feira (25), o torcedor para o qual o Ducho endereçou sua ofensa gritou o seguinte: “vai lá dançar com os travestis!”. É nessas horas que a máscara da tal fiel cai por terra.

Que fidelidade é essa que os leva a dar vexame após uma derrota que não significou nada em um campeonato que não é a prioridade deles em 2010? Tremo (ou melhor, esfrego as mãos) só de pensar como será quando os Manos do Menezes conseguirem o resultado habitual que a história desse clube costuma obter na Libertadores…

*******

O bacião de contratações do Jardim Leonor começa a fazer água
Enquanto isso, aquele time situado no Jardim Leonor que se diz o rei do planejamento começa a ver algumas das suas apostas fracassarem. Cicinho voltou ao clube coberto de esperanças e já virou mico, esbanjando má forma física e amargando banco para o improvisado Jean.

Vovô Marcelinho Paraíba, que em 2009 ajudou a rebaixar o Coritiba, já está na reserva há três jogos, e não vem jogando absolutamente nada. E o zagueiro Xandão não consegue nem mesmo ser relacionado para ser suplente da equipe rosa. E aí, J.J. Whisky? Continuará contando vantagens em relação ao seu bacião de contratações?

*******

Toninho Cecílio descarta até  mesmo o seu apadrinhado
Agora treinador do Grêmio Prudente (ex-Grêmio Barueri e futuro sabe-se lá o quê), o ex-zagueiro Toninho Cecílio prossegue com o vício de descartar jogadores. Agora, deixou como espécie de gerente de seu banco de reservas o lateral Jefferson, aquele mesmo que ele indicou com seu olhar clínico no sentido de descobrir “grandes promessas do futebol” para o Palmeiras. O curioso é que foi ele quem insistiu para que o Alviverde Imponente renovasse o contrato dessa sumidade da bola. Não seria lindo mandar a conta do salário desse traste para ele?

*******

Enquanto isso, Mister “Pojeto” vai detonando o Galo Mineiro
Torcer para o Artrítico Mineiro não é para amadores. A equipe acumula vexames nos últimos anos, incluindo um rebaixamento para a Série B do Brasileiro. Agora, aposta na empáfia e má forma de Vanderlei (ou seria Wanderley? Ou quem sabe Van Der Lei? Ou ainda Pokerley?) Luxemburgo.

No Campeonato Mineiro, o time conseguiu um inacreditável empate em 2 a 2 contra o inexistente América de Teófilo Otoni, e ainda tomou uma bela cacetada do rival Cruzeiro. Pelo visto, o “pojeto” milionário e sem retorno continuará sendo a tônica do ex-treinador número um do Brasil. Pede pra sair, seo Luxa! Ou melhor, fica, fica, fica!

*******

Semana que vem tem mais, se Deus quiser! Agradeço aos patéticos adversários, sempre me fornecendo boa munição, e aos freqüentadores de Mondo Palmeiras! E nunca se esqueçam: o bom-humor ajuda a evitar ataques cardíacos, derrames, tentativas de suicídio etc

*******

Ouça também o Torpedo Verde, o boletim diário da Rádio Mondo Palmeiras.