A vida dos outros

Considerações e ironias referentes aos outros clubes que, para infelicidade deles, nunca conseguirão sequer chegar perto da Sociedade Esportiva Palmeiras.

*******

Para quem acha que dinheiro resolve tudo-1
Para os que sempre acham fácil resolver os mais intrincados problemas e garantem que basta o Palmeiras contratar jogadores caros para sair da crise, temos dois bons exemplos no exterior para provar que não é bem assim.

Quem não amaria poder adquirir dois jogadores pelas “bagatelas” de 94 milhões de euros e 65 milhões de euros, respectivamente o que custaram Cristiano Ronaldo e Kaká para os cofres galácticos do Real Madrid?

No entanto, o time espanhol foi eliminado ainda na fase de oitavas-de-final da Copa dos Campeões, a Libertadores europeia, para o Lyon, da França. Sem dó, nem piedade.

*******

Para quem acha que dinheiro resolve tudo-2
Vale lembrar que essa é a segunda vez que o Real Madrid entra nessa de gastar fortunas para montar elencos. A primeira experiência galáctica uniu em um mesmo time Ronaldo Fenômeno, Beckham, Zidane e Figo, entre outros, e também não deu em nada.

E o Milan, que também gastou uma fortuna para ter Ronaldinho Gaúcho, é outro que foi atropelado no mesmo campeonato, no seu caso pelo odioso Manchester United de Wayne Rooney. O técnico Leonardo, ex-jogador do Tricolixo e do Urubu, logo pagará o pato e levará o cartão vermelho. Parece clichê, e é: dinheiro não é tudo na vida.

*******

Barrado no baile, uouô!
Enquanto isso, em um certo Parque Cocôlógico, os vexames continuam. Ao chegar em Bogotá para a partida na qual empataria com o “fortíssimo” Independiente da Colômbia, os seguranças da pocilga, digo, hotel onde a delegação composta por Ducho, Roberto Carlos Genérico e outros se hospedou resolveram barrar alguém que no mínimo lhes pareceu suspeito.

O cidadão em questão: André Sanche, amigão de Raul Bianchi e o sempre adorável comedor de esses, que havia se atrasado para fumar um cigarrinho. Tremo só de pensar o diálogo entre ele e os seguranças colombianos em “castejano”…

*******

Cerveja não  é problema, ainda mais quando é nosso patrocinador
Ao ser perguntado sobre o que achava do culionésimo problema causado por Adriano Balada e sempre tendo como motivação aquelas queridas loiras geladas, o presidente da CBF Ricardo Teixeira soltou a seguinte frase: “acho que beber uma cervejinha não tem problema nenhum”, referindo-se aos atletas teoricamente profissionais que servem a nossa seleção.

De fato. Se até mesmo o treinador da equipe que veste a amarelinha paga o mico de se declarar um “brahmeiro” em anúncio bizarro do produto, fabricado por um dos patrocinadores do seleciona brazuca, o que esperar do presidente da entidade? Esses aí vendem a alma e entregam…

*******

E quando começam as obras das “arenas” para a Copa 2014?
Faltam quatro anos para o Vexamão 2014, ou melhor, a Copa do Mundo no Brasil. E a bagunça já começa a predominar. As obras nas “arenas” que irão abrigar os jogos não tem nem mesmo data para serem iniciadas, sendo que ninguém sabe responder sobre o tema, a começar pela organizadora do mesmo, a CBF.

Nem é preciso dizer que isso vai ter aquele fim de sempre: dinheiro público entrando em cena para tapar buracos, obras feitas a toque de caixa e obviamente vexames que os cartolas tentarão encobrir de todas as formas.

Os políticos estão esfregando as mãos, como sempre. Nem é preciso dizer para quem vai sobrar a conta do banquete, sem direito nem mesmo à xepa da feira mais pobre em troca.

*******

Semana que vem tem mais, se Deus quiser! Agradeço aos patéticos adversários, sempre me fornecendo boa munição, e aos freqüentadores de Mondo Palmeiras! E nunca se esqueçam: o bom-humor ajuda a evitar ataques cardíacos, derrames, tentativas de suicídio, etc…


uol_logoClique aqui para ouvir a Rádio Mondo Palmeiras – Edição 170.