A vida dos outros

chamada_155

Considerações e ironias referentes aos outros clubes que, para infelicidade deles, nunca conseguirão sequer chegar perto da Sociedade Esportiva Palmeiras.

******

Roberto Carlos jogador está  mais para Ricardo Braga cantor
Tem coisas que eu leio e me recuso a acreditar que sejam coisa séria. Como vivo no Brasil, lógico que não duvido de nada. Saiu no Painel FC da Folha que o lateral-esquerdo Roberto Carlos, que tem 36 anos e não joga nada há pelo menos quatro, irá atuar em 2010 no time brasileiro que lhe pagar mais. Até aí, ok. O ponto interessante da tal nota diz que o ex-atleta em atividade está em uma draga financeira de dar gosto, e que pretende jogar em pelo menos quatro clubes nos próximos dois anos, para conseguir pagar as contas. Será que os times que estão tentando contratá-lo sabem disso? Como diria o meu filósofo predileto, o lendário Didi Mocó, fujam do cara, que é fria.

******

Time de Cuca corre de risco de pagar mico duplo e histórico
Aquele time tricolor do Rio de Janeiro, que comemorou como se tivesse vencido final de campeonato uma vitória obtida graças a seu décimo segundo atleta, o árbitro Carlos Eugenio Simon, pode pagar um mico duplo, só para deixar de ser besta. Além do rebaixamento inevitável no Brasileirão, a equipe hoje treinada por Cuca Faixa pode pegar, se conseguir a classificação para a final da gloriosa Copa Sulamericana, nada menos do que a LDU. Isso, a mesma equipe que os detonou na Libertadores 2008. Já imaginaram se a final se repete, e também o resultado? Praga das boas!

******

Alguns descobrem da pior forma que as fezes tem odor execrável
Ou, traduzindo para o português claro o título acima, “tem gente que demora para descobrir que a merda fede”. Reza a lenda que os dirigentes do Internacional de Porto Alegre se confessam decepcionados com o treinador Mário Sérgio Pontes de Paiva, que contrataram para substituir o injustiçado Tite Bandeira. O mesmo boato garante que o cara só não levará um pontapé nos fundilhos porque ninguém acredita que alguém aceitaria treinar o time gaúcho por apenas quatro jogos. Aí, cabe a pergunta: onde Mario Sérgio ganhou títulos? Onde ele fez um trabalho inteiro bem-sucedido? Contratar cachorro e querer que o mesmo mie é de doer…….

******

Devo, não nego, só  pagarei se você abaixar o preço combinado
André Sanche, o nosso adorável comedor de esses, prova mais uma vez que é ótimo negociante. Ele deu calote na prefeitura de São Paulo, e não paga o aluguel pelo uso do estádio Paulo Machado de Carvalho, o Pacaembu, há três meses. Ele alega que quer negociar um aluguel menor, e que já teria gasto quase 1,5 milhão de reais por lá, este ano. Curioso. Você faz um acordo, o preço é determinado, você usufrui do serviço e só depois resolve negociar um valor menor pelo mesmo? O pior é que não duvido que o cara consiga um acordo. Afinal, prefeitura significa dinheiro do povo. Aquele que some todo dia e ninguém sabe, ninguém viu para onde foi. Socorro!

******

Agora veremos se o STJD tem dois pesos e duas medidas
Essa notícia passou despercebida no meio do noticiário esta semana, mas não diante de meus olhos de lince. O vice presidente de futebol do Flamengo, Marcos Braz, foi absolvido na segunda-feira pelo STJD. O dirigente definiu como “arbitragem de canalha” a atuação do árbitro Nielson Dias, pelo fato de o mesmo ter marcado dois pênaltis inexistentes a favor do Santos contra a sua equipe, na última partida entre os dois, realizada no Maracanã. Se o rubronegro escapou, não vejo porque Luiz Gonzaga Beluzzo, presidente do Alviverde Imponente, deva ser punido. Ou serão usados pesos e medidas diferentes para o julgamento do dirigente palmeirense?

******

Pateta Terceiro mais pateta do que nunca
Pateta Barrichello, “apenas um brasileirinho”, o eterno coadjuvante atrapalhado do Mickey alemão Michael Schumacher etc deu mais uma das suas. Ele processou o Google devido a perfis falsos e comunidades que o ofendem no Orkut. Em decisão de primeira instância, as páginas ofensivas a ele terão de ser tiradas do ar, e ele deverá ser indenizado em R$ 850 mil por danos morais. Isso é o que chamo de perda completa de tempo. Ou será que alguém vai respeitá-lo mais graças a uma atitude como essa? Eis mais uma prova de sua eterna insignificância, ao perder tempo com besteiras. E podem anotar aí: se ele ganhar em última instância, é capaz de doar a quantia para causas beneficentes, só para dar uma de bonzinho. Patético.

******

Semana que vem tem mais, se Deus quiser, e ele há de querer! Agradeço aos patéticos adversários, sempre me fornecendo boa munição para a coluna!

******

Ouça também o Torpedo Verde, o boletim diário da Rádio Mondo Palmeiras.