A Vida dos Outros

Considerações e ironias referentes aos outros clubes que, para infelicidade deles, nunca conseguirão sequer chegar perto da Sociedade Esportiva Palmeiras.

*********************************************************************************
Adriano, Imperador eterno do Mundo dos Sonhos e dos Otários do Futebol-1

Há coisas bastante previsíveis na vida, e a novela envolvendo Adriano Ex-Imperador e o Flamengo teve o fim que se imaginava. Após cerca de três meses, o ex-atleta que tenta enganar a todos com a ficção científica de que ainda poderá atuar em alto nível acabou jogando a toalha em termos de jogar futebol novamente em 2012.

A separação ocorreu de comum acordo, pelo visto. Zinho, que comanda o futebol rubronegro, afirmou que o fim do contrato entre o clube e o atacante era bom para as duas partes, como diria o cavalo paraguaio da política paulista, Celso Russomano. Também disse estar preocupado em relação ao ser humano Adriano, e lamentou o fato de o clube ter dado inúmeras oportunidades ao o jogador, que não soube aproveitá-las.

Nessa brincadeira, a agremiação carioca gastou ao menos R$ 100 mil relativos a salários para o seu agora ex-contratado. Em retribuição, o sujeito faltou a inúmeros treinos e continuou frequentando festinhas animadas e bailes funk, em um dos quais, por sinal, foi filmado e protagonizou um mico daqueles, que descrevemos aqui em Mondo Verde na última semana.

Adriano, durante 11 meses, conseguiu faturar mais de R$ 4 milhões do small club curíntia entre 2011 e 2012, fazendo o incrível número de dois gols durante esse período. No Flajuto, foi ainda pior, pois o cara nem sequer se deu ao trabalho de estrear por lá, resumindo seu retorno ao clube que o revelou a treinos, entrevistas e performances no meio do fúnc carioca.

*********************************************************************************
Adriano, Imperador eterno do Mundo dos Sonhos e dos Otários do Futebol-1

Em entrevista concedida à imprensa com o intuito de explicar sua posição em relação a mais um fracasso em sua tentativa de voltar a jogar futebol em alto nível, Adriano justificou a saída do Flamengo ao fato de já estarmos perto do fim do ano, e de que ele não teria tempo hábil para ficar em forma e ir a campo.

Detalhe: o cidadão veio para a entrevista com bochechas dignas do Fofão, e forma física que certamente o qualificaria para disputar a categoria de pesos pesados nos MMAs da vida. Ou seja, três meses de “treinamento” jogados na lata do lixo e que desperdiçaram o tempo do clube.

O mais engraçado, no entanto, ficou para o final. O Imperador do Mundo dos Sonhos e dos Otários do Futebol garante que irá voltar a jogar em 2013. De cair na gargalhada, não acham? Se ele quisesse mesmo voltar, continuaria treinando sério para retornar na ponta dos cascos. Mas é óbvio que isso não irá ocorrer.

Como diz aquele “velho deitado”, só existem espertos porque existem bobos. Se algum clube otário por aí resolver apostar novamente nesse cara (toc, toc, toc, Palmeiras!), é porque está com a sua mente totalmente focada no passado, nos tempos em que Adriano era sinônimo de gols e de futebol bem jogado.

*********************************************************************************
Patrícia Amorim vê seu Tamborim ir pro vinagre junto com sua reputação

Quando assumiu a presidência do Flamengo em janeiro de 2010, Patrícia Amorim pegou o clube ainda comemorando o título do Brasileirão 2009 e com uma imagem melhor do que a cultivada nos últimos anos. A primeira mulher a comandar a agremiação que revelou ao mundo Zico Pinguim tinha tudo para fazer uma administração ao menos eficiente. Quebrou a cara, e feio.

Além de fazer o clube sair de uma crise e entrar em outra nesses meses todos, queimar o maior ídolo do clube de todos os tempos (Zico Pinguim, quem mais?) e entrar em uma enrascada ao não pagar em dia os salários de Ronaldinho Gaúcho, a moça de quebra ainda não conseguiu se reeleger ao cargo de vereadora da cidade do Rio de Janeiro.

No próximo dia 3, Tamborim, na maior cara de pau que Deus lhe deu, concorrerá à reeleição. Pelo que diz a imprensa carioca, a probabilidade de a moça ganhar outro mandato vai de zero a menos zero. Uma pena, pois os torcedores rivais adorariam ver a Tamborim Girl por pelo menos uns 20 anos no comando do Flajuto. Será que teríamos clube, ao fim desse período todo?

*********************************************************************************
Diego Souza e o preço que a ganância cobra de quem só pensa em dinheiro

É, caro leitor de A Vida dos Outros, está acontecendo de novo. Lembram de quando Gambazinho Carioca quase protagonizou um incidente internacional ao tentar sair de um país árabe no qual estava jogando? Pois agora é a vez de Diego Souza sentir na pele o que é viver e jogar em um país no qual as leis nem sempre são claras.

Ele saiu do Vasco para aparentemente mergulhar nos petrodólares do Al Ittihad, da Arábia Saudita. Parecia que o atacante iria virar o novo sheik. No entanto, segundo reportagem do jornal carioca Extra, não é exatamente o que está acontecendo. Desde que chegou por lá, há três meses, DS não teria recebido um único centavo. Nem uma moedinha sequer.

Dessa forma, seus agentes estariam tentando fazer ele se mandar de lá. Mas o ex-atleta de Palmeiras, Grêmio e Atlético-MG não está de posse de seu passaporte, forma que o país árabe tem de impedir sua saída de lá.

Lógico que os empresários de Diego Souza já agiram rápido, oferecendo o jogador ao Peixe Frito, mesmo sem ter resolvido a pendência envolvendo o atacante e o clube árabe.

A conclusão aqui parece fácil: antes de deixar a ambição falar mais alto, os jogadores e seus “agentes Fifa” deveriam dar uma pequena pesquisada e ver qual a possibilidade de entrar em uma fria como essa. Ainda mais quando já existem precedentes negativos. Aí, dá zebra, como está dando, e a culpa sobra para os largos ombros de Deus…

*********************************************************************************
Lusinha, o clube que mais gosta de protagonizar filmes de que a gente já sabe o final

A Associação Portuguesa de Desportos é provavelmente o clube mais previsível da face da Terra. Quando não se espera nada dela, ocorrem façanhas como o vice-campeonato brasileiro de 1996 ou a belíssima campanha na Série B do Brasileirão de 2011, na qual ganhou o título com sobras e, de quebra, o apelido “Barcelusa”.

Em 2012, entrou como uma das favoritas para faturar o Paulistão e acabou rebaixada de forma bizarra para a Segundona do decadente torneio. Nem é preciso dizer que as expectativas em torno de sua performance no Brasileirão da Série A em 2012 eram baixíssimas, para dizer o mínimo. Aí, o time começou a ganhar muitos pontos e virar a mesa a seu favor.

No entanto, quando todos já encaravam a Lusinha como livre do risco de mais um rebaixamento, eis que o avião começou a emborcar, ou coisa que o valha. Há quatro rodadas do fim, Geninho e seus comandados correm novamente o risco de protagonizar outro vexame em sua história.

O clube joga contra Botafogo e Inter fora e Grêmio e Ponte Preta em casa. Uma sequência difícil de jogos, sem dúvidas. Como tem 40 pontos ganhos, se desandar a perder, pode dar a Palmeiras, Sport e Bahia a chance de sair da zona da degola. Difícil, porém não impossível.

Vale a lembrança: em 2002, durante as 25 rodadas da então fase de classificação do Brasileirão, a Lusinha ficou durante apenas uma rodada na Zona do Rebaixamento. Ironicamente, foi justo a que não poderia ter ficado, a última. Vai bobeando, Lusinha, vai… Esse filme a gente já viu, e vocês também!

*********************************************************************************

Semana que vem tem mais, se Deus quiser! Agradeço aos patéticos adversários, sempre me fornecendo boa munição, e aos frequentadores de Mondo Verde! E nunca se esqueçam: o bom-humor ajuda a evitar ataques cardíacos, derrames, tentativas de suicídio etc