A Vida dos Outros

Considerações e ironias referentes aos outros clubes que, para infelicidade deles, nunca conseguirão sequer chegar perto da Sociedade Esportiva Palmeiras.

*********************************************************************************

Apertem os cintos, companheiros, a taça quebrou! Pode?-1
Nem mesmo quando enfim consegue ganhar o campeonato que todos os grandes de São Paulo já haviam faturado (e há muito tempo!) o small club curíntia escapa de dar vexame.

Apenas 17 dias depois de conquistar a Libertadores, o clube que era presidido por André Sanche, nosso adorável comedor de esses, conseguiu uma façanha única: quebrou a taça. Dá pra encarar?

Não é difícil entender o que gerou o acidente. No domingo (22), o troféu esteve presente na festa de uma das torcidas organizadas do clube, passando de mãos em mãos o tempo todo, o que fotos publicadas em contas do Facebook provam.

Na segunda feira (23), a taça de posse transitória viajou de novo, desta vez rumo ao Instituto Lula, acompanhada pelo treinador Tite e outros dirigentes do Ultimão. Lá, foto tirada na ocasião já mostra a taça sem a miniatura de jogador de futebol que fica em cima dela.

No dia seguinte (24/7), ao constatarem a, com o perdão do palavrão, cagada ocorrida, os funcionários do clube trataram de enviar o troféu a uma prataria, com o intuito de reparar o desastre.

*********************************************************************************

Apertem os cintos, companheiros, a taça quebrou! Pode?-2
Lógico que, logo que a notícia tomou conta da cidade, vários “bombeiros” entraram em cena para justificar o injustificável.

Rodrigo Bueno, colunista do jornal Folha de S.Paulo, por exemplo, disse que o troféu já sofreu inúmeros acidentes anteriormente, incluindo um na Colômbia.

Curioso… Isso nunca ocorreu com os clubes brasileiros que a conquistaram anteriormente, ao menos que se saiba. Por que será que foi acontecer justo com Mario Bolinha França Gobbi e sua turma?

Aí, fica a pergunta que não quer calar: porque esse troféu tão precioso e importante saiu tantas vezes do lugar onde deveria ficar em caráter provisório (até meados deste mês), que é o tal de memorial gambá? Porque levar a taça para um ex-presidente, ou para torcedores organizados? Não podia dar outra.

É nessas horas que se vê o real significado dos termos “maloqueiro” e “sofredor” que esse povo adora dizer que é. Acrescente mais dois: “atrapalhados das ‘ideia’” e “QIs de ostra”…

*********************************************************************************

Conta não paga de R$2 deixa Flajuto sem telefones em sua sede
Se há uma agremiação futebolística que merece ser chamado de cara de pau é o tal do Clube de Regatas Flamengo. Enquanto sua presidente Patrícia Tamborim passeia em Londres, “acompanhando os Jogos Olímpicos de Londres”, o couro come solto aqui no Brasil.

Mesmo atrasando o pagamento de atletas, o rubro-negro contratou um novo atacante, Liedson, provavelmente preocupados com a perseguição a Zé das Tranças, que costuma se valer desse tipo de desculpa para puxar o carro dos times em que joga.

De quebra, ainda corre no meio futebolístico que os dirigentes do ex-clube de Zico Pinguim teriam feito proposta por Valdívia, esquecendo-se de que já tentaram antes aliciar um atleta alviverde.

No mundo real, no entanto, as coisas andam mais embaixo. Na última terça-feira (31/7), as linhas telefônicas da sede do clube, na Gávea, foram cortadas. Até aí, tudo bem, para quem deve tanto.

No entanto, o que tornou a notícia hilariante é a revelação do valor da conta que levou ao tal corte: algo em torno de R$2. Isso mesmo que você leu: dois contos e umas moedinhas.

Vencida em 2006, a tal conta não foi paga, segundo Cacau Lotta, vice-administrativo do Menguinho, por uma “falta de comunicação entre os departamentos financeiro e administrativo do clube”. É ou não é para morrer de rir? Uma vez caloteiro, sempre caloteiro, deveria ser atualizado o hino do clube carioca…

*********************************************************************************

Luis Chiliquenta: ora no departamento médico, ora suspenso
No momento, temos uma espécie de competição olímpica sendo disputada entre dois atletas atuando no futebol brasileiro. De um lado, Valdívia. Do outro, Luis Chiliquenta, ou melhor, Luis Fabiano.

Para quem reclama do atleta palmeirense, vale analisar com calma o exemplo do atacante do time do outro lado do muro. A relação custo-benefício delas consegue ser ainda pior do que a nossa.

Desde que chegou ao SPFC (Saco de Pancadas Futebol Clube) por volta de março de 2011, Chiliquenta passou muito mais tempo no departamento médico do clube do que em qualquer outro lugar.

De quebra, ainda mereceu inúmeras suspensões devido a cartões amarelos e vermelhos.Jogando mesmo, foi por pouco tempo.

Alguns podem alegar que ele até que faz muitos gols pelo seu clube. E é verdade. Só em 2012, já marcou por 20 vezes.

Só que tem um “pequeno” probleminha. Na hora das decisões, o cidadão some que é uma beleza. Tanto que recebeu o apelido Luis Pipoqueiro de suas próprias torcedoras.

O chileno/venezuelano ao menos nos proporcionou dois títulos importantes. A chili-quenta, por sua vez, ficou naquele célebre Rio-São Paulo de 2001 e olhe lá… Ah, e LF está de volta ao DM do Tricolixo. A previsão é de que só saia de lá em três semanas. Olha a medalha de ouro para o time rosa vindo aí, gente!

********************************************************************************

A pior das pragas continua a perseguir Keirrison A. Paulino…
Não acho legal botar praga nos outros. Mas, às vezes, parece que é o próprio cidadão que encaixa o encosto nele mesmo, ao fazer burradas e não se dar conta de tal coisa.

Keirrison, que um certo rapaz atrapalhado das ideias apelidou de “Keirrison Aparecido Paulino” aqui em Mondo Verde, é o exemplo perfeito dessa situação.

Ao chegar ao Palmeiras no início de 2009, oriundo do Coritiba, o atleta deixou claro que a passagem pelo clube seria passageira, pois seu verdadeiro sonho era vestir a camisa do Barcelona.

Ele teve um bom início por aqui, mas no meio daquele ano, após arrumar encrencas e se tornar melindroso, como definiu bem Raul Bianchi, o jogador foi vendido para a Europa e realizou seu sonho.

No entanto, o Barcelona nem o aproveitou e tratou de se livrar rapidinho do moço, que passou por clubes europeus de segundo escalão e pouco fez.

De volta ao Brasil, passou por Santos e Cruzeiro como um jato, e em março, estava de volta ao clube que o revelou, o Coritiba.

Agora, chega a notícia: ele terá de sofrer uma quarta cirurgia no joelho direito, desta vez para tentar resolver o rompimento do ligamento cruzado, contusão que o deixará fora dos campos por pelo menos mais seis meses.

O atacante passou por cirurgia semelhante no fim de 2011, quando ainda estava em Minas, e estava voltando à ativa em junho. Só para constar: o jogador tem apenas 23 anos.

Uma pena quando alguém ouve os conselhos errados na hora errada e é obrigado a pagar caro por isso. Difícil acreditar que Keirrison conseguirá dar a volta por cima. Coisas da vida…

*********************************************************************************

Semana que vem tem mais, se Deus quiser! Agradeço aos patéticos adversários, sempre me fornecendo boa munição, e aos frequentadores de Mondo Verde! E nunca se esqueçam: o bom-humor ajuda a evitar ataques cardíacos, derrames, tentativas de suicídio etc


Ouça também o Torpedo Verde, o nosso boletim (quase) diário…