A vida dos outros

Considerações e ironias referentes aos outros clubes que, para infelicidade deles, nunca conseguirão sequer chegar perto da Sociedade Esportiva Palmeiras.

******

Concorrência desleal para o Zé do Caixão-1

José Mojica Marins, folclórico cineasta mais conhecido como Zé do Caixão, demorou décadas para lançar um novo filme, que estreou em 2008. Encarnação do Demônio vem tendo aceitação apenas razoável nos cinemas. Em breve, no entanto, a coisa irá piorar ainda mais para ele, pois a concorrência ficará pesada. Está previsto para 2009 um mostrengo cinematográfico que atende pelo nome de “Fiel-O Filme”. O objetivo da produtora G7 Cinema, de Gustavo Ioschpe, é registrar o que foram os anos de 2007 e 2008 na vida do time de “André Sanche”, o comedor de esses. Tenha medo, tenha muito medo!

 

******

Concorrência desleal para o Zé do Caixão-2

O roteiro do filme de terror, a ser exibido na sessão “cine trash” dos piores cinemas do Brasil, será feito a partir de depoimentos enviados pelos próprios “sofredores”, que serão roteirizados por Serginho “Fala Garoto” Groisman e Marcelo “Feliz Ano Velho” Rubens Paiva. O mais engraçado ficou por conta de declaração de “Sanche”: “Não é só um DVD, o filme vai para o cinema, e vamos brigar pelo Oscar”. Ele disse em tom de brincadeira, mas do jeito que esse povo é, devem mesmo achar isso possível. E eu, idem – na categoria bizarro, bizarro, bizarro!

*****

Eu nunca vou conseguir parar de rir-parte mil

Sempre que estou de péssimo humor, nosso co-irmão da Marginal Sem Número me proporciona salvadoras gargalhadas. A última ocorreu antes da pelada realizada entre o time deles e o Bragantino. Homenagearam o nadador paraolímpico Daniel Dias, que ganhou quatro medalhas de ouro em Pequim e teve má formação congênita dos braços. O presente? Uma camisa dos gambás de manga comprida (atentem para o detalhe!) com o número 18 e o nome do jogador Lima, aquele que foi dispensado há pouco da equipe. Dá para acreditar? No caso deles, obviamente que sim.

******

Hugo e Zé Luiz metem o pau no gramado do Morumbi

A coisa anda tão feia lá pelos lados do Jardim Leonor que nem mesmo os jogadores do clube aliviaram ao falar sobre o estado do gramado do estádio Cícero “Panetone” de Toledo. Hugo disse que o mesmo está com algumas irregularidades e não é mais um tapete. Zé Luis foi ainda mais fundo, em declaração à Folha de S.Paulo: “não sei o que fizeram aqui; a bola de vez em quando bate num morrinho e dificulta”. Esse é o tal de campo padrão, melhor opção da capital do Estado para a Copa do Mundo de 2014? A máscara tricolor está caindo por terra!

******

Cartão vermelho para Wagner Dinheiro

Existe um velho ditado que diz: aqui você faz, aqui você paga. Depois de ter ajudado Robinho a se transformar em mais um desses mercenários da bola, que só pensam em cifrões e mais cifrões, o empresário Wagner Ribeiro, que o glorioso Milton Neves apelidou de Wagner Dinheiro, recebeu o cartão amarelo seguido do vermelho do ex-craque do Santos. Detalhe: eles eram parceiros há sete anos.

******

Semana que vem tem mais, se Deus quiser, e ele há de querer! Agradeço aos patéticos adversários, sempre me fornecendo boa munição para a coluna!

******

Ouça também o Torpedo Verde, o boletim diário da Rádio Mondo Palmeiras.