A vida dos outros

Por Fabian Chacur

Considerações e ironias referentes aos outros clubes que, para infelicidade deles, nunca conseguirão sequer chegar perto da Sociedade Esportiva Palmeiras.

******

Flajuto: dinheiro na mão  é vendaval, lágrimas de crocodilo…1
No Brasil, país que sediará a Copa do Mundo de 2014 e terá o Rio como sede das Olimpíadas de 2016, o mote continua sendo viver na Ilha da Fantasia para uma minoria de privilegiados, e na triste realidade, para a maioria.

O maior exemplo dessa situação está  sediado no Rio de Janeiro. A queda de três prédios no centro daquela cidade, cuja culpa ninguém assume, é só a nova encrenca com a qual o povo local é obrigada a conviver por lá.

No entanto, existe naqueles lados do país uma entidade que merecia ter o sr. Rourke e o Tatu para recepcionar os convidados que por ventura resolvam visitá-la. Trata-se do Clube de Regatas Flamengo.

Presidido pela já lendária Patrícia Tamborim, o clube tem como grande mérito, nos últimos anos, conseguir tocar sua vida e fazer contratações bombásticas, mesmo repleto de dívidas. E as coisas por lá continuam cada vez mais paradisíacas. Primeiro mundo mesmo. Tipo Grécia…

******

Flajuto: dinheiro na mão  é vendaval, lágrimas de crocodilo…2
Nesta sexta-feira (28), tivemos mais um exemplo de como abafar crises e chamar a atenção da mídia. Em meio a muita badalação, o clube apresentou o seu novo contratado.

É, o glorioso Vagner Love Money está de volta ao seu “clube de coração”. Ator de grande potencial, especialmente no papel de “canastrão”, ele soltou belíssimas lágrimas de crocodilo, ao vestir de novo a camisa da equipe carioca. Até tranças rubro-negras o cidadão usou, mais uma vez.

Em meio à festa, a imprensa divulgou que o Flajuto pagará pelo atacante a “módica” quantia de R$ 23 milhões. O pagamento deverá ser feito em um período de três anos para o CSKA, da Rússia.

Ou seja: Miss Tamborim já comprometeu verbas que irão além de sua administração. Será que os dirigentes do clube de Moscou conhecem a fama da agremiação carioca? Reza a lenda que russos, especialmente esses do futebol, não são exatamente bonzinhos quando o assunto é dinheiro. Assustador…

******

Flajuto: dinheiro na mão  é vendaval, lágrimas de crocodilo…3
Mas o curioso nessa badalada história Love Money/Tamborim fica por conta de uma certa lógica que, pelo visto, inexiste lá pelos lados do tal Ninho do Urubu.

É público e notório o fato de o Flamengo estar devendo meses e mais meses de salários e o tal de direito de imagem a seus jogadores. Até Assis Enrolation, empresário de seu irmão Ronaldinho Dentuço, já reclamou publicamente do clube.

Reza a lenda que a principal razão pela qual Thiago Calote Neves se mandou de lá rumo ao Fluminense foi exatamente esse costume de “pagamentos esparsos” do rubro-negro carioca.

Aliás, já dizia o folclórico Vampeta, há uns 10 anos,quando vestiu a camisa do clube de Zico Pé-frio: “eles fingem que me pagam, eu finjo que jogo”.

******

Flajuto: dinheiro na mão  é vendaval, lágrimas de crocodilo…4
Pelo visto, os atuais atletas do Flamengo resolveram ressuscitar a frase do Veio Vamp, pois conseguiram a inigualável façanha de perder do folclórico Real Potosi, e de virada, por 2 a 1, na Bolívia, no jogo de ida por uma vaga na próxima etapa da Liberta.

Tudo bem que chega a ser inimaginável pensar na possibilidade de o time boliviano conseguir garantir a classificação para a fase de grupos da Libertadores 2012 em pleno Rio de Janeiro, na próxima quarta-feira, mas uma derrota dessas mancha qualquer reputação.

Se bem que existe outra razão palpável que pode ter incentivado os Tamborim Boys a tomarem essa sova dos Jordy Boys. E essa razão atende pelo nome de Vanderlei (ou Wan Der Ley, ou Van Der Lee, ou Van Me Demitir, ou sei lá!) Luxemburgo.

O treineiro, que pelo visto não deve estar precisando do emprego, resolveu peitar o elenco e especialmente Dentuço Gaúcho, afirmando que seus jogadores “não tem comprometimento”. Acho que sei no que esse “pojeto” vai dar…

******

Flajuto: dinheiro na mão  é vendaval, lágrimas de crocodilo…5
O mais engraçado ficou para o fim. Durante a apresentação de Love Money, alguns torcedores pediram para Patty Tamborim o retorno de Adriano Senhor Barriga. Na hora, a dirigente afirmou que pensaria no assunto para os insanos, digo, fãs da equipe.

Mais tarde, ela garantiu que o Fla não iria atrás do jogador que revelou. Ela declarou à Folha de S.Paulo o seguinte: “Adriano não vem. Ele tem contrato com o Corinthians até julho, e a nossa relação com o clube paulistano é muito boa”.

Garanto que se a moça chegasse pelos lados do Parque Não Ecológico e fizesse uma proposta para tirar Adriano de lá, qualquer uma, os dirigentes gambás seriam capazes de não só aceitá-la em um segundo como de homenageá-la, por livrá-los de um problema muito, mas muito pesado mesmo…

******

Semana que vem tem mais, se Deus quiser! Agradeço aos patéticos adversários, sempre me fornecendo boa munição, e aos freqüentadores de Mondo Palmeiras! E nunca se esqueçam: o bom-humor ajuda a evitar ataques cardíacos, derrames, tentativas de suicídio, etc…