A vida dos outros

Considerações e ironias referentes aos outros clubes que, para infelicidade deles, nunca conseguirão sequer chegar perto da Sociedade Esportiva Palmeiras. 

******

Técnico, o eterno mordomo dos filmes de suspense-1

Considerada como parte da “cultura do futebol brasileiro”, a demissão sumária dos técnicos após alguns maus resultados continua sendo a solução mais fácil para os dirigentes brazucas. Na prática, os treineiros são equivalentes aos mordomos dos filmes antigos de suspense, sempre os culpados pelos crimes ocorridos. Desta vez, Tita preferiu nem esperar a guilhotina, e pediu as contas do glorioso Vasco da Gama, após ser surrado por nosso Alviverde Imponente. O curioso é que seu substituto é Renato Gaúcho, que treinou há menos de dois anos a equipe (saiu demitido e chorando), e “sambou” recentemente no Fluminense. Missão: tirar o time da zona do rebaixamento. 

*****

Técnico, o eterno mordomo dos filmes de suspense-2

Aliás, o rodízio de técnicos neste Brasileirão está uma beleza. PC Gusmão não agüentou o tranco e levou um solene bico nos fundilhos do Figueirense. Quem entrou no lugar dele? Mário Sérgio Pontes de Paiva, ele mesmo, que há alguns dias tomou o amarelo seguido do vermelho do Atlético Paranaense. Não se assuste se daqui a alguns dias PC for anunciado no lugar de algum Estevão Soares da vida. E viva o planejamento dos clubes brasileiros! 

******

Centenário de lascar

As comemorações dos 100 anos do Clube Atlético Mineiro não poderiam estar sendo piores. Perderam o Campeonato Mineiro tomando goleada do maior rival, foram eliminados de forma bisonha da Copa do Brasil e da Sul-americana, e agora, correm risco de rebaixamento no Brasileirão. Para piorar, o presidente Ziza Valadares renunciou ao seu cargo na quinta-feira, alegando ter sido jurado de morte. Está duro arrumar quem assuma a sua vaga. Porque não chamam o fanfarrão Milton Neves para encarar o desafio de salvar o time que ele apelidou de “o galo mais lindo do mundo”? 

******

Panetone é, na verdade, um Coliseu

Nota publicada com destaque na edição de ontem do Painel FC, da Folha de S.Paulo, com o título Castelo de Areia, diz que os inspetores da Fifa consideram o estádio Cícero “Panetone” de Toledo ultrapassado para abrigar o jogo de abertura da Copa do Mundo de 2014. “Além disso, a estrutura atual não permite que mudanças drásticas sejam feitas para melhorar a acomodação do público”, garante a nota. JJ Whisky afirma que sua “arena” ficará em condições. Os inspetores retornam em janeiro de 2009. E aí? O estádio não era a oitava maravilha do mundo? Pelo visto, não passa de um coliseu. 

******

Praga palmeirense não perdoa ninguém

Sem muito alarde, o atacante Lima rescindiu na quarta-feira passada seu contrato com o “nome feio”, como diria o brother Maurício Rito, após marcar um único gol em oito meses pelo time de Mano Menezes, o irmão gêmeo de Raul Bianchi. Vale lembrar que o atleta também passou pelo Jardim Leonor de forma totalmente apagada. E pensar que o mesmo rejeitou a Sociedade Esportiva Palmeiras……. 

******

Semana que vem tem mais, se Deus quiser, e ele há de querer! E muito obrigado pela força e pelos elogios!

******

Ouça também o Torpedo Verde, o boletim diário da Rádio Mondo Palmeiras.