A Vida dos Outros

Por Fabian Chacur

Considerações e ironias referentes aos outros clubes que, para infelicidade deles, nunca conseguirão sequer chegar perto da Sociedade Esportiva Palmeiras.

******

Liberou geral para Adriano Cachaça no Time da Piada Pronta-1
Não adianta. Por mais que o Tricolixo lute com vigor para se tornar o campeão nessa categoria, o Time da Piada Pronta continua com sede na marginal sem número, do lado do rio Tietê e com direito àquele “odor delicioso”.

Adriano Cachaça, o “grande” reforço trazido em 2011 para o Ultimão por André Sanche, o adorável comedor de esses e amigão do Goleiro Verde, foi visto em uma festa bebendo cerveja em copo de café, para tentar, digamos assim, disfarçar.

Ao ser questionado sobre mais essa façanha do seu “atleta”, Sanche chutou o balde e foi direto ao assunto:

“Ele que saia, que encha a lata onde quiser. Eu não sou babaca, ele é atleta e sabe o que é melhor para ele”.

Antes, o presidente já havia admitido que o atacante estava demorando mais do que o esperado para entrar em forma. De fato. Bela descoberta, Sherlock Holmes alvinegro.

******

Liberou geral para Adriano Cachaça no Time da Piada Pronta-2
O assunto Adriano também continua incomodando Tite, por sinal. O treinador favorito de Raul Bianchi (após Caio Júnior, é lógico), deixou clara sua irritação ao ser questionado sobre o atleta, em entrevista coletiva realizada nesta sexta-feira (4).

O treineiro disse que responderia a terceira pergunta sobre A. Cachaça (na verdade, seria apenas a segunda) e depois só falaria sobre outros assuntos.

Não é difícil entender o porquê desse desconforto. Adriano foi contratado pelo Ultimão em março. Desde então, o ex-jogador em atividade sofreu uma contusão, ficou seis meses parado e jogou apenas 43 minutos até o momento.

Pior: nada indica que ele voltará  a atuar neste ano, pois a próxima partida será a quarta da qual ele ficará de fora. O cidadão ganha em torno de R$ 380 mil por mês para isso. Tremo só de pensar se ele fosse atleta da Sociedade Esportiva Palmeiras… Que mico, heim, seo Sanche?

******

Presidente do Peixe Frito admite que está jogando pelo Ultimão
Existe um ditado antigo que reza o seguinte: diga-me com quem andas e eu te direi quem és. Pois Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, presidente do Peixe Frito, é um bom exemplo atual desse lema.

Em entrevista concedida ao site gazetaesportiva.net, o dirigente praieiro abriu o jogo e disse ser amigão de André Sanche.

“Vamos ajudar o Corinthians nesse domingo, vamos ganhar do Vasco! Sou amigo do Andres, e tenho certeza de que eles irão torcer por nós no Mundial de Clubes”.

Tem certeza mesmo, seo Oliveira? Não estranhe se por acaso você encontrar na rua gente usando por aí camisas meio Barcelona, meio curíntia. E também existem pessoas que acreditam em saci pererê, político honesto, discos voadores… Una-se a eles, cartolão!

Quanto ao resto dos torcedores, só  vou dizer uma coisa: a palavra Mazembe lembra alguma coisa? Garanto que os adversários do Peixe Frito terão grande apoio aqui no Brasil…

******

Cadê  o dinheiro, Menguinho e Traffic? Será  que o gato comeu?
É, meus caros, demorou um pouquinho mais do que se esperava, mas a casa começou a cair lá pelos lados do Menguinho de Vanderlei (ou Wan Der Ley, ou Van Sem Lei, ou sei lá!) Luxemburgo.

Após tomar um vareio do Grêmio, o time presidido por Patrícia Tamborim ganhou as manchetes esta semana pelo fato de atrasar os pagamentos de Ronaldinho Carioca desde agosto.

O calote teria surgido, segundo o noticiário, pelo fato de a empresa Traffic, que paga boa parte da fortuna recebida pelo atleta, não conseguir patrocinadores para bancar a brincadeira.

Dessa forma, resolveram dar um tempo nos pagamentos ao Pernalonga, que por sinal recebeu tratamento de “luxo” ao jogar em Porto Alegre, com a torcida o chamando de pilantra e outros termos menos publicáveis.

A Traffic e o Flajuto prometeram resolver rapidamente a situação. Dá para entender agora a queda de rendimento do time carioca?

******

A badalação em torno de Leão Tarja Preta ganha a imprensa
Impressionante como Leão Tarja Preta voltou com a corda toda ao noticiário esportivo após ser ressuscitado pelo time presidido por J. J. Whisky, Jujú & Balangandãs para os mais íntimos.

Mesmo não tendo obtido resultado prático algum até o momento, o trabalho do treineiro está sendo badaladíssimo pela mídia, especialmente pela emissora de Chico Languê, Viadô.

No entanto, Tarja Preta continua com aqueles métodos ultrapassados de sempre, com direito a treinos exaustivos e xingamentos dirigidos aos atletas mais conhecidos.

A cada novo erro de Luis Fabiano, por exemplo, o treinador solta um irônico “fabuloso, fabuloso”. E quem erra paga polichinelos e flexões, igualzinho ao que ocorre no exército. Meu Deus!

Agora, o mais bacana de tudo é  uma ordem que ele anda dando a seus atletas quando acha que a coisa está feia. Manda que todos se abracem, em uma espécie de “terapia de grupo”.

Um monte de marmanjos vestindo calções e camisetas se abraçando no meio do campo de treinamento? Só falta eles se vestirem de rosa, para a coisa ficar mais, digamos assim, tricolor…

******

Semana que vem tem mais, se Deus quiser! Agradeço aos patéticos adversários, sempre me fornecendo boa munição, e aos freqüentadores de Mondo Palmeiras! E nunca se esqueçam: o bom-humor ajuda a evitar ataques cardíacos, derrames, tentativas de suicídio, etc…