A Vida dos Outros

Por Fabian Chacur

Considerações e ironias referentes aos outros clubes que, para infelicidade deles, nunca conseguirão sequer chegar perto da Sociedade Esportiva Palmeiras.

*****

Sabe, Zico, que tal você  ir para o Iraque? E ele vai!!!
Raul Bianchi, meu filósofo favorito na linha Didi Mocó, e este que vos tecla, nutrem a mesma opinião a respeito do ex-jogador e treinador Zico: um pé-frio que não conquistou nada na seleção brasileira.

Em nossas brincadeiras sobre o tal de Galinho de Quintino, cogitávamos que ele fosse para um desses países “tranqüilos e pacíficos”, tipo Afeganistão ou Iraque.

Pois não é que o antigo Camisa 10 da Gávea e irá mesmo para a terra do finado Sadam Hussein? E por pura e espontânea vontade!

O ex-técnico da seleção do Japão na Copa do Mundo da Alemanha em 2006 terá a missão de levar novamente a seleção do mundo árabe para uma Copa, no caso a do Brasil, em 2014.

Ele deu entrevistas a emissoras de TV e parece feliz da vida. Eu e o Goleiro Verde, também… E posso garantir: nem na draga em que me encontro atualmente eu toparia ir para uma quebrada dessas. É fria!

*****

Alexandre Kalil continua levando o Atlético (MG) rumo ao buraco
Há exatos 40 anos, o Clube Atlético Mineiro ganhou o Brasileirão pela primeira e única vez. Nos últimos anos, para tristeza de sua grande torcida, o time alvinegro só tem dado vexame.

Lógico que ninguém agüenta isso quieto, e andam rolando por lá manifestações por parte dos insatisfeitos com o fato de o Galo estar mais para Galinha Recheada, nos últimos anos, devorado sem dó pelos adversários.

O glorioso presidente Alexandre Kalil, alvo desses protestos, desdenhou em entrevista à imprensa de Belo Horizonte:

“Para cada dez manifestações contrárias ao nosso trabalho, eu tenho um milhão que me apoia”.

Em 18º lugar (com apenas 15 pontos ganhos em 18 jogos) e cravado há várias rodadas no Z-4, o Atlético (MG) parece fadado a voltar à Série B.

Atualmente no comando, o glorioso Cuca já dispensou sete jogadores. Seu time, há oito jogos sem vencer, encara o clássico contra o Cruzeiro. Algo me diz que isso não vai terminar bem…

*****

Celso Roth deveria virar roteirista de filmes de suspense B
Contratado para tentar salvar o Grêmio de um possível rebaixamento que se avizinha no horizonte, Celso Roth começa a se valer daqueles recursos ridículos de quem parece mais habilitado em criar roteiros de filmes B de suspense do que dirigir times de futebol.

O treineiro está escondendo a escalação de sua equipe, realizando os famosos “treinos secretos” e tentando criar dúvidas nos adversários.

Não por acaso, o próximo será  o Internacional, que acaba de ganhar mais um título e se encontra em fase bem melhor, após tocar de lá o dublê de treinador Paulo Roberto Falcão e contratar um profissional de verdade, Dorival Júnior.

Com 18 pontos ganhos, em 16º lugar e a um pontinho da Zona do Desespero, o Grêmio, no entanto, deve entrar com três volantes para encarar o seu principal rival, segundo aposta a imprensa gaúcha.

Isso é algum segredo para quem acompanha a trajetória de Celso Juarez Roth? Volantes em profusão e zagueiros a dar com pau são os recursos de que ele mais gosta. Além, é claro, da “simpatia” e “bom-humor”. Será que vai dar liga, gauchada?

*****

Rogério Ceni está querendo atacar de stand up comedy; só pode..
Em entrevista concedida à agência Radioweb, o goleiro de hóquei e dublê de Luciano O Incrível Huck (Rogério Cênico, quem mais) deu uma entrevista na qual baixa a lenha na organização da Copa 2014.

Para ele, o Brasil não conseguirá  organizar um Mundial tão bom como o da Alemanha em 2006 devido à corrupção. “As pessoas não tem escrúpulos, elas governam e lideram por interesses pessoais”, disse o jogador.

Até aí, tudo bem, cada um diz o que pensa, e não acho que ele esteja errado nessa questão.

A coisa fica engraçada quando ele foi questionado sobre se o clube que defende, presidido por J. J. Whisky, estaria sofrendo retaliações por fazer oposição à CBF. Quer saber qual foi a resposta?

“Acho que existe um comportamento estranho deles em relação ao São Paulo, e o clube paga o preço por ser honesto”.

O que? Pagando o preço por “ser honesto”? Esse cara quer tirar do Ultimão o troféu de campeão mundial da piada pronta. Só pode ser isso. Ou será que a história desse clube realmente é marcada pela “honestidade”? Meu maxilar está doendo de tanto rir!

*****

Cadê  os R$ 40 milhões de publicidade com Ronaldinho Gaúcho?
Quando acertou a contratação de Ronaldinho Gaúcho, o Flamengo garantiu que poderia conseguir pagar o salário megalomaníaco oferecido ao jogador com diversos patrocínios.

A imprensa divulgou que o clube presidido por Patrícia Tamborim pretendia faturar mais de R$ 40 milhões anuais com patrocínios em sua camisa, graças à presença do sósia do Pernalonga.

Só que os meses passaram, e até  agora, nada que chegue perto de tal pretensão.

Segundo informações do site Gazeta Esportiva.net, o Menguinho está conseguindo em torno de R$ 18.4 milhões somando todos os patrocinadores que tem em sua camisa.

Não é de se estranhar que a dívida dessa agremiação esportiva esteja calculada em bem mais do que R$ 100 milhões. E alguém duvida que isso irá aumentar muito nos próximos anos? Meu Deus…

*****

Semana que vem tem mais, se Deus quiser! Agradeço aos patéticos adversários, sempre me fornecendo boa munição, e aos freqüentadores de Mondo Palmeiras!

E nunca se esqueçam: o bom-humor ajuda a evitar ataques cardíacos, derrames, tentativas de suicídio, etc…