A vida dos outros

Por Fabian Chacur

Considerações e ironias referentes aos outros clubes que, para infelicidade deles, nunca conseguirão sequer chegar perto da Sociedade Esportiva Palmeiras.

******

A dança dos técnicos ganha novas vítimas – 1
Não é difícil entender a razão pela qual um treinador de futebol de clubes de primeira linha ganha tão bem. Afinal de contas, poucas profissões são tão passíveis de demissão inesperada como essa.

Se há um torneio em que tal característica peculiar dessa categoria profissional se mostra mais à mostra é no Brasileirão. E a edição 2011 do torneio não será diferente, pelo andar da carruagem.

Uma vítima ilustre foi o ex-zagueiro e agora treinador Adilson Batista. O cidadão definitivamente precisa se benzer.

Após sair do Cruzeiro em 2010, onde viveu a melhor fase de sua carreira, ele passou em pouco tempo por Corinthians e Santos, com resultados desastrosos.

Desta vez, a bruxa o atacou no Atlético (PR).

Ao encaixar o clube paranaense na lanterna do Brasileirão, o “treineiro” pediu o boné e preferiu ir cuidar da vida, antes de levar o solene bico nos fundilhos que certamente ocorreria em breve.

Como diria o locutor Milton Leite, “que fase” !

******

A dança dos técnicos ganha novas vítimas – 2
No meio da semana, foi a vez de Renato Gaúcho. Ao se ver avacalhado pela direção do Grêmio, também resolveu se mandar da direção do clube que tirou de um rebaixamento quase certo em 2010.

Pela choradeira do cara, que foi ídolo como jogador daquela equipe nos anos 80, ele também percebeu que sua batata estava mais assada do que corpo de turista estrangeiro desavisado nas praias brasileiras em pleno verão.

Ironicamente, correm boatos de que seu substituto poderá ser Celso Roth, que há pouco também levou um passa moleque, só que do grande rival do Grêmio, o Internacional, que por sua vez preferiu se arriscar com o comentarista sem graça travestido de técnico Paulo Roberto Falcão.

******

A dança dos técnicos ganha novas vítimas – 3
Curiosamente, outro técnico com origem gaúcha também anda balançando e feio. Trata-se de Paulo César Carpegiani.

Correm boatos de que ele só continua no comando do clube presidido por J. J. Whisky graças a uma hipotética multa de R$ 700 mil que teria de ser paga ao ex-craque do Internacional se o mesmo for demitido.

Ele, que começou o torneio exaltado pelos mais apressadinhos, com cinco vitórias seguidas, caiu na real após perder de 5 a 0 do curíntia e de 2 a 0 do Botafogo de Caio Jr, este última derrota em pleno Morumbi.

Alguém duvida ser possível o cara sambar em breve e de repente pintar um Adilson Batista, Celso Roth ou Renato Gaúcho para assumir o seu lugar? E viva a dança dos técnicos brasileiros, o reality show mais reality e mais arriscado do mundo!

******

Peixe Frito recebe proteção total da CBF e vira 007 da bola, pode?
Quem tem boa memória se lembra de que no fim dos anos 90 e início dos 2000 o Palmeiras cansou de ter de jogar terça, quinta e domingo por três torneios diferentes, sem moleza ou deferências.

No caso do Santos Futebol Clube, a CBF resolveu ser magnânima. Duas de suas partidas, contra curíntia e América (MG) foram adiadas com a conversa mole de “fase final da Libertadores”.

Agora, o Peixe Frito ganha mais um adiamento, desta vez o da partida contra o Grêmio, que seria no dia 24 de julho e agora só irá ocorrer no dia 5 de outubro, quando o segundo turno do Brasileirão estará a todo vapor.

Desta vez, a razão fica por conta da “convocação dos principais jogadores do clube para as seleções brasileiras”. Aliás, para as partidas contra o nosso Alviverde Imponente e Atlético (MG), que não serão adiadas, os peixeiros querem a liberação de seus jogadores da seleção de base.

Que proteção é essa? Ou a lei é para todos, ou para ninguém. Desse jeito, o campeonato, que já é esculhambado por natureza, virará a própria casa da sogra…

******

Enquanto isso, no país que irá sediar a Copa do Mundo de 2014…
André Sanche, o adorável comedor de esses e amigão do Goleiro Verde, mostra cada vez mais que sabe cuidar dos interesses da agremiação que preside com muita habilidade.

Ele pressiona cada vez mais a liberação de incentivos fiscais para que o glorioso Itaquerão seja construído e se torne o estádio paulistano a abrigar a abertura da Copa do Mundo de 2014. Tudo leva a crer que será bem-sucedido em suas pretensões.

Ou seja, ele está em vias de ganhar na mão grande e quase de graça um estádio totalmente desnecessário para a cidade de São Paulo em troca de praticamente nada. O chamado “negócio da China”, que nem é preciso dizer quem irá pagar…

******

Semana que vem tem mais, se Deus quiser! Agradeço aos patéticos adversários, sempre me fornecendo boa munição, e aos freqüentadores de Mondo Palmeiras! E nunca se esqueçam: o bom-humor ajuda a evitar ataques cardíacos, derrames, tentativas de suicídio, etc…