A vida dos outros

Por Fabian Chacur

Considerações e ironias referentes aos outros clubes que, para infelicidade deles, nunca conseguirão sequer chegar perto da Sociedade Esportiva Palmeiras.

******

25 de maio de 2011, o Dia Mundial do Time da Piada Pronta – 1
Quando começo a preparar o material para esta coluna, sei que uma fonte nunca me negará material. Não é preciso ser uma Mãe Dinah da vida para saber de qual clube estou falando.

Nesta semana, os comandados de André  Sanche, o adorável comedor de esses, se superaram.

Curiosamente, as notícias maravilhosas se concentraram em um único dia, a última quarta-feira (25), que pode entrar para o calendário de efemérides como o Dia Mundial da Piada Pronta.

A coisa começou com uma simples informação. Era o aniversário do glorioso Tite, que ficou cinquentão. Sabem a quem esse dia foi dedicado? Rachem de rir: aos nerds! Quer vocabulário mais nerd do que o titês?

******

25 de maio de 2011, o Dia Mundial do Time da Piada Pronta – 2
Aí, o folclórico colunista e comentarista da Gazeta, o impagável Chico Languê, Viadô, como adoramos chamá-lo antes dos jogos do Alviverde Imponente, entregou mais uma vacilada de Adriano Cachaça.

O ex-atleta quase em atividade bateu cartão na madrugada do concorrido dia 25 de maio na casa noturna Café de La Musique, conhecida por atrações sertanejas e preços não muito convidativos a quem não tem a carteira recheada.

Segundo Lang, o jogador, que está  em fase inicial de recuperação de uma operação no tendão de Aquiles, ficou umas duas horas por lá, curtindo as maravilhas do álcool.

Ao ser questionado sobre a conduta de A. Cachaça, cujo retorno (no caso do curíntia, estreia, já que ele ainda não jogou com a mortalha, digo, camisa alvinegra) está previsto para setembro, Tite Nerd soltou esta pérola:

– Cada um tem a sua autonomia e responsabilidade. Sei da grandeza do Corinthians e do posto que ocupo. Não sou técnico do Corinthians. Estou técnico do Corinthians.

Então, tá bom… E não se fala mais nesse assunto. Até a semana que vem, pelo menos…

******

25 de maio de 2011, o Dia Mundial do Time da Piada Pronta – 3
Mas faltava a azeitona na empada da piada pronta, e ela veio de fora. Lembra do Seedorf, craque holandês que brilha há anos no exterior e que André Sanche prometia trazer para o seu catado, digo, time?

Pois bem. Quem acreditou no papo furado, ficou com cara de bolacha Maria amanhecida. Na mesma quarta 25 (eita, dia longo!), a Milan anunciou que havia renovado até o meio de 2012 com o jogador de 35 anos. Ou seja, necas de pitibiribas de ele entrar para o bando de loco e encarar o Parque Ecológico.

Levando-se em conta o que Sanche falou do fato de o Ducho ter jogado em sua agremiação (“ Não vou ser hipócrita: você acha que ele jogaria aqui se estivesse em forma?”), vamos deduzir o que aconteceu: ele está bem. Pois se estivesse em má forma ou caído, viria, não é mesmo?

Mas a esperança dos caras não acaba por aí. Quem sabe quando o atleta estiver com quarentinha ele não venha? Como diria aquele clássico da bossa nova, “vivo sonhando, sonhando, sonhando…”

******

Não vou liberar a moita, mas também não sairei de cima dela
Enquanto isso, em um certo clube sediado no glorioso Jardim Leonor, o tricô-rosa paulista solta mais uma clássica, na sua linha “nossa organização é tudo, o resto é nada”.

Elas já desistiram de contratar o zagueiro Alex Silva, que está lá emprestado pelo Hamburgo, da Alemanha. O vínculo com o clube irá acabar no dia 31 de julho. Até aí, tudo bem.

No entanto, o novo diretor de futebol dos rosinhas, Adalberto Baptista, deu uma declaração daquelas que realmente mostram como as coisas funcionam por lá.

– Não vamos antecipar a rescisão do contrato se ele for para um concorrente direto. Após isso, ele vai para onde quiser.

Ou seja, é o famoso “não vou liberar a moita, mas também não sairei de cima dela”. Coisa feia, heim, organizadinhos. E já entramos no terceiro ano sem títulos do SPFC (saco de pancadas futebol clube?).

******

Fazendo novena, promessa etc para não ser vice de novo
E a Copa do Brasil será decidida por dois clubes que nunca a venceram antes. Fato que irá deixar os leonores ainda mais pês da vida por não conseguirem ganhar de jeito algum essa taça.

De um lado, o Coritiba, que entra como total franco atirador na história, com seu elenco de refugos.

Do outro, e é aí que a coisa pega, estará o glorioso Vasco da Gama, que parece ter gostado de ser vice em toda final que disputa, nos últimos anos.

Se eles conseguirem perder essa Copa do Brasil que literalmente caiu em seu colo, acho que a mudança do nome do clube para Vice da Gama se tornará inevitável. Com a palavra, o ídolo de muita gente por aí, Diego Souza, aquele.

******

Semana que vem tem mais, se Deus quiser! Agradeço aos patéticos adversários, sempre me fornecendo boa munição, e aos freqüentadores de Mondo Palmeiras! E nunca se esqueçam: o bom-humor ajuda a evitar ataques cardíacos, derrames, tentativas de suicídio etc