A vida dos outros

Por Fabian Chacur

Considerações e ironias referentes aos outros clubes que, para infelicidade deles, nunca conseguirão sequer chegar perto da Sociedade Esportiva Palmeiras.

Super estrutura e organização do Jardim Leonor? Sei não…1
A imprensinha ama endeusar a tal de organização do clube do Jardim Leonor. No entanto, parece que a casa rosa andou caindo nos últimos anos. Além de o time não ter ganho rigorosamente nada no biênio 2009/2010, a estrutura da agremiação parece cair a olhos vistos.

Carlinhos Neves, considerado um dos melhores preparadores físicos do país, saiu de lá rumo à Seleção Brasileira. Médicos importantes como o fisiologista Turíbio Leite de Barros e o polêmico Marco Aurélio Cunha também sumiram da área.

Resultado: não só o preparo físico não anda mais lá essas maravilhas no Panetone Team, como também as contusões se tornaram habituais naqueles lados.

******

Super estrutura e organização do Jardim Leonor? Sei não…2
O resultado está sendo de certa forma desastroso para os J.J. Whisky Boys (ou seria J. J. Whisky Girls?). Fernandão, por exemplo (lembram dele?), ainda não jogou em 2011, e só agora começou a treinar.

Luis Fabiano mal foi contratado e já  está no DM, sofrendo com problemas de joelho e longe de ter data definida para sua estreia.

Fernandinho, Bruno Uvini, Lucas Marcelinho e Rodrigo Souto fazem companhia ao atacante.

E, como diria aquela musiquinha do Programa Silvio Santos, “ta chegando mais um”.

É o zagueiro Rhodolfo (jeitinho “aviadado” de escrever nome, heim? Parece piada pronta!). Daqui a pouco, teremos onze e dará para fazer o time “Unidos do DM”. E viva a infra-estrutura imbatível!

******

Barcelona de Sorocaba, prepare-se, Keirrison vem aí!
Nada como um dia após o outro. Arrogante ao chegar ao Palmeiras, há dois anos, o atacante Keirrison disse que seu objetivo era jogar no Barcelona. Isso, mesmo tendo acabado de ser contratado por um dos maiores clubes do mundo, o nosso.

Pois bem. Ele de fato foi negociado com o exterior em 2009, mas ficou pouco, pois não jogou rigorosamente nada. Um fiasco.

Em 2010, voltou ao Brasil para jogar no Santos. Muitos achavam que ele arrebentaria, que daria a volta por cima ao jogar no time da moda e ao lado de Neymar, Ganso e companhia. Deu certo, não.

No meio do ano, o time praieiro não renovará seu empréstimo, e há quem fale que o destino do atacante poderá ser o decadente Atlético Mineiro.

Quer saber? Existia um Barcelona em Sorocaba um monte de anos atrás. Bobeou, “Keirrison Aparecido Paulino” acabará lá. Ô, dó! Jogador mal orientado acaba assim… E praga do Goleiro Verde pega que nem conjuntivite em Sampa City!

******

E Adriano Cachaça está  se “tratando” de novo lá no Rio…
E a saga de Adriano Cachaça continua tendo desdobramentos daqueles bem dignos de figurar aqui em A Vida dos Outros.

Após operação que o manterá  longe dos campos quase até o final deste 2011, o problemático atacante foi autorizado por André Sanche, o adorável comedor de esses, a se recuperar no Rio Maravilha.

Pelo visto, essa “recuperação” será das melhores. Circularam por aí esta semana fotos do atacante na noite carioca, de muletas e tudo, curtindo um pouco a vida, que ninguém é de ferro.

O cara acabou de sofrer uma delicada intervenção cirúrgica e não consegue ficar em casa nem uns diazinhos?

Meu Deus! Se ele estivesse no Verdão, já seria capa de tudo quanto é jornal graças a essa atitude totalmente antiprofissional. Vamos ver até quando irão abafar essa história…

******

Final de abril e as obras da Arena Gambazão continuam no papel
Enquanto isso, as obras da já lendária Arena Gambazão continuam indo de vento em popa, nos papeis e na imaginação dos dirigentes do clube no qual jogou Marcelinho Carioca.

Lembram que foi anunciado aos quatro ventos que o início ocorreria mesmo em abril, após vários adiamentos? Pois este mês vai para o saco neste sábado (30), e nada.

E tem uma última notícia ainda mais engraçada do que essa. Dizem que a CBF recebeu a oferta dos dirigentes alvinegros para que o CT da Selva, digo, do Parque Ecológico seja usada pela delegação brasileira durante a Copa de 2014.

Dá para imaginar uma das seleções mais importantes do mundo, e no caso dona da casa da competição, usando um lugar que tem até cobras e no qual as bolas dos treinos somem, além de virar um verdadeiro pântano quando chove? Tem gente pirando por aí, e não sou eu nem você, caro leitor.

******

Semana que vem tem mais, se Deus quiser! Agradeço aos patéticos adversários, sempre me fornecendo boa munição, e aos freqüentadores de Mondo Palmeiras! E nunca se esqueçam: o bom-humor ajuda a evitar ataques cardíacos, derrames, tentativas de suicídio, etc…