A vida dos outros

Considerações e ironias referentes aos outros clubes que, para infelicidade deles, nunca conseguirão sequer chegar perto da Sociedade Esportiva Palmeiras.

*******

Denis Marques, um exemplo do profissionalismo
Gostaria de ver a cara dos que reclamaram pelo fato de Denis Marques ter ido para o Flamengo ao invés do Verdão. Escapamos de boa. Desde que chegou ao time do goleiro Bruno em agosto de 2009, o atacante não só não jogou nada como ainda arrumou várias confusões.

A mais recente: ele não aparece no clube carioca desde junho. Pior: na última segunda-feira (26), envolveu-se em acidente de trânsito em Maceió e teve a carteira apreendida. Resultado: o Menguinho quer se livrar do cara. Porém, eles devem R$ 265 mil reais ao clube japonês que o emprestou. A ideia é entrar em acordo para o atacante se mandar. Vai ser profissional ali adiante, heim?

*******

Leão Tarja Preta leva suspensão preventiva por confusão
O goleiro de seleção e treinador de confusão que atende pelo nome de Emerson Leão já botou as manguinhas de fora no Goiás. Após a confusão que aprontou no Barradão após a partida entre a equipe goiana e o Vitória, ele e os capangas, digo jogadores Rafael Moura e Romerito agrediram o radialista Roque Santos.

Resultado: tomaram uma suspensão preventiva de 30 dias (sete rodadas do Brasileirão) até que o caso seja julgado na Justiça Desportiva. Será que ainda falta o Leão Tarja Preta aprontar alguma coisa que seja inédita em seu currículo de bafafás?

*******

Rogério Ceni mostra que sabe analisar partidas de futebol
Ao sair de campo, após perderem para o Internacional de Porto Alegre no Beira-Rio por 1 a 0 pela Libertadores, vários jogadores do time do Jardim Leonor pareciam não terem visto a partida da qual participaram. Sufocados por Celso Roth e seus garotos, atletas como Alex Silva tiveram a capacidade de, na maior cara de pau, dizerem que a vitória tinha sido por sorte do adversário.

Felizmente, Rogério Ceni, ídolo de Raul Bianchi, desta vez deixou a choradeira de lado e caiu na real. “Foi ruim. Não tivemos nenhuma chance de gol e perdemos o jogo. Como pode ser bom?”, declarou ao Sportv após sair de campo. Esse viu o mesmo jogo que todos nós.

*******

Washington declarou amor eterno e se mandou rapidinho
O futebol é realmente um esporte sensacional. O atacante Washington viveu em atrito com a direção do São Paulo durante praticamente todo o tempo em que vestiu a camisa rosa tricolixa.

No entanto, há poucos, dias, ele havia garantido não sair mais de lá, disposto a ganhar títulos, ajudar o grupo, toda aquela conversa mole de sempre. Pois em uma operação furacão/tsunami/blitzkrieg, o cidadão já está em outro tricolor, o glorioso Flu-Flu, de onde veio, por sinal. E obviamente já jurou amor eterno, garantiu que será campeão brasileiro etc E viva a organização perfeita de J. J. Whisky!

*******

A Hora do Pesadelo 3? Não, mais um “firme” dos Cem ter nada…
As distribuidoras cinematográficas adiaram seus lançamentos de terror. A razão? Concorrência desleal. Afinal de contas, está entrando em cartaz o “firme” Todo Poderoso: O Filme – 100 anos de Timão, certamente um candidato a quebrar todos os recordes de vendas, obviamente em legítimas cópias piratas.

Tremo só de pensar o que não deve ser agüentar 100 minutos com as pataquadas desse “time de comarca”, como o definiu certa vez um de seus torcedores ilustres, Juca Kfouri. Para mim, é terror puro. Ou quem sabe terrir…. Vai ser engraçado se os Ducho brothers de fato não ganharem nada em seu centenário. Essa “superprodução” não venderá nem nos camelôs.

*******

Semana que vem tem mais, se Deus quiser! Agradeço aos patéticos adversários, sempre me fornecendo boa munição, e aos freqüentadores de Mondo Palmeiras! E nunca se esqueçam: o bom-humor ajuda a evitar ataques cardíacos, derrames, tentativas de suicídio, etc…

*******

O Torpedo Verde volta na próxima semana.