24 de novembro de 2022
Início » A HORA DA NOTA – Botafogo 1×3 Palmeiras

A HORA DA NOTA – Botafogo 1×3 Palmeiras

Por Fabian Chacur

Foi de virada, fora de casa e de novo com um jogador a menos durante uns 30 minutos. Dessa forma, o Verdão venceu o Botafogo em pleno Engenhão na noite desta segunda-feira (3), ampliando para 10 pontos a vantagem para o Inter, agora o segundo colocado da vez no Brasileirão. Botafogo 1×3 Palmeiras.

Com a volta dos titulares suspensos e/ou nas suas seleções e com Mayke mais uma vez como titular, o Verdão começou muito bem, pressionando o time da casa, com direito a várias chances criadas e uma bola na trave. Mas tomamos o gol aos 19 minutos, de Tiquinho Soares, no 1º ataque dos cariocas.

Sem se abalar, o time de Abel Ferreira continuou jogando bem, e aos 25 minutos empatou em pênalti cobrado com maestria por Gustavo Scarpa. A virada veio aos 35 minutos, com Mayke finalizando uma belíssima jogada de Piquerez, que deu um nó no seu marcador.

No início da etapa final, a pressão alviverde prosseguiu, e aos 14 minutos Dudu fez o seu. O jogo teria sido mais tranquilo se Zé Rafael não tivesse sido expulso por levar um 2º cartão amarelo aos 23 minutos. Mas o time soube se segurar, e por pouco não ampliou o marcador. Final, Botafogo 1×3 Palmeiras.

 

AS NOTAS DOS JOGADORES DO PALMEIRAS

 

WEVERTON-6,0

Foi pouco exigido e chegou meio atrasado no gol do Botafogo.

 

MARCOS ROCHA-7,0

Ótima partida tanto na marcação como no apoio ao ataque.

 

GUSTAVO GÓMEZ-7,0

Esbanjando garra e segurança no sistema defensivo.

 

LUAN-7,0

Sem nada que o desabonasse durante toda a partida.

 

PIQUEREZ-7,5

Grande partida, com direito a uma assistência de cinema no gol de Mayke- Saiu aos 39 minutos do 2º tempo para a entrada de VANDERLAN-6,0, que fez uma belíssima jogada no finalzinho que quase gerou um gol.

 

DANILO-6,5

Discreto, mas não comprometeu e mostrou muita raça na parte final da partida.

 

ZÉ RAFAEL-6,0

Vinha bem até ser expulso por duas faltas quase seguidas, sendo que a segunda foi bem desnecessária. Acontece, e ele tem crédito, mas poderia ter evitado a expulsão.

 

GUSTAVO SCARPA-8,0

Uma ótima partida, com direito a gol de pênalti e muita movimentação. Saiu aos 27 minutos do segundo tempo para a entrada de ATUESTA-6,0, que começa a se mostrar mais útil.

 

MAYKE-8,0

Mais uma partidaça, ele que havia ido muito bem contra o Galo. Além de apoiar muito bem o ataque, ainda fez um gol digno de centroavante. Saiu aos 32 minutos do segundo tempo para a entrada de KUSCEVIC-6,0, que ajudou a fechar a casinha no final.

 

DUDU-7,5

Outro que mostrou o porque é tão decisivo, especialmente na etapa final, quando marcou o gol que deu números finais à partida. Saiu aos 27 minutos do segundo tempo para a entrada de GABRIEL MENINO-6,5, que se incumbiu da armação do time e também ajudou muito na marcação.

 

RONY-6,5

A garra de sempre, pena que tenha ficado impedido em pelo menos 4 lances por desatenção, uma das raras falhas dele como jogador. Saiu aos 27 minutos do segundo tempo para a entrada de RAFAEL NAVARRO-5,5, que ajudou a segurar a bola na frente e suou muito a camisa.