15 de agosto de 2022
Início » Vítima de ofensas, Abel Ferreira volta a se defender em coletiva

Vítima de ofensas, Abel Ferreira volta a se defender em coletiva

Claro que a maior parte da imprensa esportiva vai ignorar o assunto, pois envolve dois jornalistas que foram processados pelo clube. No entanto, o assunto foi abordado na entrevista coletiva após a partida com o Cuiabá e o treinador se pronunciou a respeito do caso. 

“Acho que a liberdade de imprensa é fundamental para a democracia, mas tem limites. E falta de respeito e ofensa são os limites. Falei do Veron e dos jogadores brasileiros, não generalizei.”, disse o treinador.

“Não me metam em jogos políticos e problemas da sociedade. Vim ao Brasil ser treinador de futebol dentro das minhas capacidades e qualidades. Se quiserem criticar, me critiquem como treinador. Agora ofender? Ofender, na democracia existem regras e terão de responder”, completou Abel Ferreira.

O comentário feito pelo treinador sobre o Veron (e a falta de educação dos atletas brasileiros) na última semana foi exatamente o mesmo que muitos jornalistas fazem nas TVs do País. Por ser estrangeiro, e treinador do Palmeiras, o Abel Ferreira não tem o direito de fazê-lo, mesmo tendo escalado o Gabriel para as últimas duas partidas?

A onda de ofensas ao Abel não vem de agora. Começou lá atrás quando o treinador começou a apontar para os erros da organização do futebol brasileiro e da imprensa esportiva. Acho que ele até aguentou demais antes de recorrer à Justiça. Até mesmo a sua mãe do Abel já foi atacada por um ex-atleta/apresentador.

Não se trata de censura e nem retaliação. Estamos falando apenas de um cidadão buscando se defender de acusações absurdas e, também, vítima de xenofobia. Basta!

Abraço a todos!