5 de julho de 2022
Início » A HORA DA NOTA – São Paulo 1X2 Palmeiras- Brasileirão

A HORA DA NOTA – São Paulo 1X2 Palmeiras- Brasileirão

Por Fabian Chacur

O São Paulo, antes da partida, celebrou os 30 anos da conquista de sua primeira Libertadores. Só que no fim da noite desta segunda-feira (20), quem festejou foi o Verdão. Com uma virada histórica, conquistada no finalzinho, o Palmeiras ganhou por 2×1 em pleno Morumbi e se mantém na liderança do Brasileirão 2022.

Começando melhor a partida, o time treinado por Rogério Ceni abriu o marcador aos 16 minutos, com Patrick marcando após cobrança de escanteio. A partir daí, o Palmeiras pressionou e criou várias oportunidades, que não conseguiu transformar em gol.

Na etapa final, foi quase um ataque contra defesa. A partir dos 28 minutos, o Verdão passou a sufocar de vez o São Paulo, e o gol de empate veio aos 45 minutos, com Gustavo Gómez de cabeça. Sem tirar o pé do acelerador, o time continuou pressionando e foi premiado aos 50 minutos com o gol da vitória, feito por outro zagueiro, o Murilo. Uma vitória da persistência, perante mais de 31 mil torcedores adversários.

 

AS NOTAS DOS JOGADORES DO PALMEIRAS

 

WEVERTON-6,5

Pouco exigido, não teve culpa no gol que sofreu.

 

GUSTAVO GÓMEZ-7,0

Sofreu quando esteve improvisado na lateral-direita, mas não só melhorou quando voltou à sua posição de origem como ainda marcou o gol de empate.

 

LUAN-6,0

Não comprometeu enquanto esteve em campo. Saiu aos 18 minutos do segundo tempo para a entrada de MAYKE-6,5, que deu a estabilidade necessária à defesa alviverde,

 

MURILO-7,5

Impecável na zaga e ainda marcou o gol da vitória. Esbanjou raça.

 

PIQUEREZ-6,5

Muito esforçado durante toda a partida. Saiu aos 40 minutos do segundo tempo para a entrada de WESLEY-5,0, que mesmo pouco tempo em campo agitou a defesa do adversário.  

 

DANILO-6,5

Se não brilho tecnicamente, deixou muito suor em campo. Saiu aos 40 minutos do segundo tempo para a entrada de ATUESTA- SEM NOTA.

 

GABRIEL MENINO-5,5

Não faltou esforço, mas tecnicamente deixou bastante a desejar, e de certa forma falhou no lance do gol do São Paulo.

 

GUSTAVO SCARPA-8,0

O melhor em campo. Um monstro, com direito a assistências para gols, arremates, bons passes e muita garra durante toda a partida.

 

DUDU-6,5

Sacrificado no primeiro tempo, se soltou mais na etapa final, especialmente jogando pela esquerda.

 

GABRIEL VERON-6,0

Muita entrega para o time, mesmo sem brilhar tanto em termos técnicos. Saiu aos 28 minutos do segundo tempo para a entrada de BRENO LOPES-5,5, que mandou uma bola na trave e foi bastante útil para o time, como de praxe. 

 

RONY-6,0

Suou a camisa como sempre, mas não estava tão inspirado. Saiu aos 18 minutos do segundo tempo para a entrada de RAFAEL NARRAVO-5,0 , que se esforçou bastante, mas não brilhou também.