15 de agosto de 2022
Início » A HORA DA NOTA – Palmeiras 2×0 Red Bull Bragantino

A HORA DA NOTA – Palmeiras 2×0 Red Bull Bragantino

Por Fabian Chacur

O Verdão conseguiu a sua primeira vitória no Allianz Parque no Brasileirão 2022. Em um jogo pegado, realizado na tarde deste sábado (14), vencemos o Red Bull Bragantino pelo placar de 2×0, com gols de Danilo aos 30 minutos do primeiro tempo e Raphael Veiga, convertendo seu 24º pênalti consecutivo, aos 53 minutos do segundo tempo.

Antes do gol de Danilo, tivemos outros dois anulados por supostas irregularidades, aos 3 minutos com Dudu e aos 19 minutos com Rony. O time soube superar um adversário que veio com forte postura defensiva e bateu um pouco, tanto que Mayke saiu contundido, aos 37 minutos. São 3 pontos que darão um pouco de tranquilidade ao time no torneio.

 

AS NOTAS DOS JOGADORES DO PALMEIRAS

 

WEVERTON-7,0

Tranquilo como de praxe, e com direito a duas boas defesas.

 

MAYKE-7,0

Fez uma partida bastante efetiva, mas saiu contundido aos 37 minutos do segundo tempo e preocupa. Entrou em seu lugar GUSTAVO GARCIA- 5,0, que ajudou a segurar o ímpeto do adversário 

 

GUSTAVO GÓMEZ-7,0

O desempenho sólido, especialmente pelo ato, com o qual nos acostumamos desde sempre.

 

MURILO-7,5

Fez alguns desarmes cirúrgicos e esbanjou segurança durante toda a partida.

 

JORGE-4,0

Apático, errando passes e com a falta de empenho de sempre. Saiu aos 37 minutos do segundo tempo para a entrada de VANDERLAN-5,0, que merece ter mais oportunidades no time.

 

DANILO-7,5

Pegou gosto por marcar gols, com mais um para a sua conta, o 10º como profissional.

 

ZÉ RAFAEL-6,5

Sólido, raçudo e dedicado, suas marcas registradas. Saiu aos 24 minutos do segundo tempo para a entrada de ATUESTA-5,0, que ao menos não comprometeu.

 

RAPHAEL VEIGA-7,5

Como cobra bem pênaltis esse cidadão! Guardou o 24º consecutivo com o manto alviverde!

 

GUSTAVO SCARPA-8,0

Deu a assistência para o primeiro gol e foi quem mais infernizou o sistema defensivo do adversário, com suas boas assistências e jogadas.

 

DUDU-6,0

Um pouco menos inspirado do que o habitual. Saiu aos 24 minutos do segundo tempo para a entrada de BRENO LOPES-6,5, que além do empenho de sempre ainda sofreu o pênalti que originou o gol de Raphael Veiga. Um jogador sempre útil.

 

RONY-6,0

A vibração de sempre, um gol anulado por milímetros e um pouco de afobação em alguns momentos. Saiu aos 27 minutos do segundo tempo para a entrada de RAFAEL NAVARRO-SEM NOTA