24 de novembro de 2022
Início » A VIDA DOS OUTROS – 08/04/2022

A VIDA DOS OUTROS – 08/04/2022

Por Fabian Chacur

Considerações e ironias referentes aos outros clubes que, para infelicidade deles, nunca conseguirão sequer chegar perto da Sociedade Esportiva Palmeiras.

*******

SE NÃO FOR POR AMOR, VAI SER POR TERROR-1

A paz é um conceito provavelmente incompreensível para os clubes de futebol. Ela não existe, nem mesmo quando essas agremiações vivem fases vencedoras. Um bom exemplo é o que acontece nos últimos dias com o Flamengo, o time mais rico do Brasil atualmente.

 

Após perder o título carioca para o Fluminense, o rubro negro carioca vive uma fase de pressão absurda por parte de sua torcida, que não arrefeceu mesmo com uma vitória fora de casa em sua estreia na Libertadores de 2022. Coisa realmente de doido.

*******

SE NÃO FOR POR AMOR, VAI SER POR TERROR-2

 A coisa chegou ao extremo nesta sexta-feira (8), quando torcedores organizados fizeram praticamente uma barricada, querendo intimidar jogadores do seu próprio elenco, com direito a abordagem violenta de todos os carros que iriam entrar no Ninho do Urubu.

 

A que e a quem serve esse tipo de atitude? Será que ninguém se põe no lugar dos jogadores ou de quem trabalha nesses centros de treinamento? Tente imaginar os familiares deles…E o diabo é que alguns dirigentes desses clubes são coniventes com tais torcedores…

CONFIRA AS NOTAS DOS JOGADORES

*******

SE NÃO FOR POR AMOR, VAI SER POR TERROR-3

Se no Flamengo, que andou ganhando tudo nos últimos tempos, a coisa está assim, imaginem no Corinthians, que não ganhou nada nos dois últimos anos. Mas, ainda assim, perder um jogo fora de casa na Liberta é caso de ameaçar de morte um cara do porte do Cássio, para a história deles?

 

Outro jogador histórico do elenco corintiano, o zagueiro Gil, também sofreu as mesmas ameaças. E ninguém age para resolver isso- dirigentes, polícia, os célebres sindicatos de jogadores etc. A frase é óbvia: vão esperar algum jogador ir dessa pra melhor para fazer algo?

*******

PODIA TER FICADO QUIETO, HEIM, SEO ABEL BRAGA?

Enquanto isso, o atual técnico do Fluminense, o experiente Abel Braga, deu uma de estagiário, ao literalmente tirar sarro do adversário. “Eu quero que eles se f****!”, disse, em evento no clube. Certamente, pelo rancor que guarda da sua demissão do Flamengo, em 2019.

 

A atitude de Braga mostra o porquê essa situação não se resolve, graças à total desunião entre clubes, treinadores e jogadores. Cada um só quer saber de si. E o resultado é esse, o caos. Eu me recuso a rir dos rivais nesses casos, pois sei que isso pode voltar a acontecer por aqui por qualquer derrota idiota da vida. O horror, o horror…

*******

Semana que vem tem mais, se Deus quiser! Agradeço aos patéticos adversários, sempre me fornecendo boa munição, e aos frequentadores de Mondo Verde! E nunca se esqueçam: o bom-humor ajuda a evitar ataques cardíacos, derrames, tentativas de suicídio, etc…