2 de dezembro de 2022
Início » A HORA DA NOTA – PALMEIRAS 8 X 1 IND.PETROLERO

A HORA DA NOTA – PALMEIRAS 8 X 1 IND.PETROLERO

Por Flavio Canuto

Depois de um primeiro tempo onde pouca coisa deu certo, o Palmeiras voltou para a segunda etapa com um intensidade incrível e aplicou uma goleada incrível sobre o inexpressivo Independiente Petrolero, da Bolívia.  

O grande destaque da noite foi o centroavante Rafael Navarro. Bem posicionado e com faro de gol, o atacante desencantou de vez e marcou quatro vezes. Com isso, ele já é o artilheiro da Copa Libertadores. 

Além dos quatro gols, Navarro deu uma assistência para o Rony marcar o seu gol. Agora, ele é o maior artilheiro do Palmeiras da história da Copa Libertadores.

Outro destaque foi o Raphael Veiga. O meia entrou na segunda etapa e, além de dar um sufoco enorme na defesa boliviana, marcou dois golaços. Um deles de bola parada. 

CONFIRA AS NOTAS DOS JOGADORES

WEVERTON – 6,0

Não teve culpa no gol sofrido. Não fez quase nada no restante da partida além de alguns lançamentos para os atacantes.

 

MAYKE – 8,0

Fez mais uma ótima partida. Muito eficaz no ataque e preciso nos cruzamentos. 

 

KUSEVIC – 6,5

Deu uma vacilada no lance do gol do Ind.Petrolero.

 

GUSTAVO GÓMEZ – 7,0

Jogou muito mais na área adversária e quase fez o seu. MURILO – 6,0 – Entrou para assistir o jogo e para proporcionar um descanso para o Gómez. 

 

JORGE – 6,0

Um dos piores na primeira etapa. Melhorou um pouco no segundo tempo, mas ainda não é o lateral esquerdo que o Palmeiras precisa. 

 

ATUESTA – 5,0

Era a grande oportunidade para ele mostrar que está preparado para jogar aqui. Ainda não foi desta vez. DANILO  7,0 – Entrou no final, mas sempre ligado no 22oV.

 

ZÉ RAFAEL – 7,7

As coisas não estavam dando muito certo e ele marcou um golaço no final da primeira etapa. Jogou quase dentro da área. GABRIEL MENINO 7,0 – Entrou ligado e participou bastante do jogo, inclusive com uma assistência para o Veiga.

 

GABRIEL VERON – 7,5

Fez um bom segundo tempo. Nem tão bem assim na primeira etapa, mas precisa ter mais chances. 

 

BRENO LOPES – 6,0

Deveria ter saído no intervalo. Fez uma bela jogada e deu a assistência para o belo gol do Navarro. RAPHAEL VEIGA 9,0 – Dois golaços, intensidade absurda. Que jogador!

 

WESLEY – 6,0

É quase um grande jogador, tem potencial. Faz tudo certo, mas falta objetividade. Nada dá certo. RONY 7,0 – Entrou para marcar o dele e se firmar ainda mais no time titular.

 

RAFAEL NAVARRO – 10,0

Não sei se ele ainda está pronto para ser o centroavante titular que o Palmeiras precisa. Mas, fazer quatro gols num jogo de Libertadores não é para qualquer um. Tem qualidade.