24 de novembro de 2022
Início » A VIDA DOS OUTROS – Edição 09 de 2022

A VIDA DOS OUTROS – Edição 09 de 2022

Por Fabian Chacur

Considerações e ironias referentes aos outros clubes que, para infelicidade deles, nunca conseguirão sequer chegar perto da Sociedade Esportiva Palmeiras.

 

*********

DEU PRA TI, COPA DO BRASIL, E QUE VEXAME!-1

A Copa do Brasil é o torneio mais democrático do futebol brasileiro, pois reúne desde os clubes mais tradicionais do país até equipes absolutamente inexpressivas em termos de currículos. Lógico que isso gera boas possibilidades de zebras.

Durante seus mais de 30 anos de existência, já presenciamos resultados bizarros, como o palmeirense bem se lembra (Asa de Arapiraca em 2002). E a edição 2022 já mostrou as suas garras para os gaúchos.

*********

DEU PRA TI, COPA DO BRASIL, E QUE VEXAME!-2

Na terça (1º), o Grêmio encarou o Mirassol, que há anos vem fazendo campanhas consistentes no Paulistão. Rebaixado para a série B do Brasileirão, o clube agora comandado por Roger Machado precisava passar de fase para faturar algum.

Mesmo com a vantagem do empate, os gremistas perderam por 3 a 2, fazendo dessa forma a pior campanha da sua história. Para eles, agora só restam o campeonato gaúcho e o Brasileirão da Série B.

*********

DEU PRA TI, COPA DO BRASIL, E QUE VEXAME!-3

A torcida do Inter deitou e rolou em cima do seu principal rival. E nem se preocupava, pois na quinta (3) iria enfrentar o inexpressivo Globo do Rio Grande do Norte, time com 10 anos de existência cuja folha de pagamento gira em torno de R$ 80 mil mensais.

Pois pagou caro. Não só tomou um passeio do humilde time potiguar, como de quebra perdeu por implacáveis 2×0. Provavelmente, o maior vexame protagonizado por um clube grande na Copa do Brasil.

*********

DEU PRA TI, COPA DO BRASIL, E QUE VEXAME!-4

 O, digamos assim, engraçado, é que na próxima quarta-feira (9), os dois mega rivais gaúchos se enfrentam no que poderá ser o único GRE-NAL deste ano. Roger Machado acabou de chegar, mas pode ver seu prestígio bem abalado, se perder.

Alexander “Cacique” Medina (FOTO), uruguaio que comanda o Inter (RS), dificilmente sobreviverá a uma derrota contra o maior rival, e ainda no Beira-Rio. Chega a ser um milagre ele não ter sido demitido após perder do Globo. Mas até milagres tem limites…

*********

Semana que vem tem mais, se Deus quiser! Agradeço aos patéticos adversários, sempre me fornecendo boa munição, e aos frequentadores de Mondo Verde! E nunca se esqueçam: o bom-humor ajuda a evitar ataques cardíacos, derrames, tentativas de suicídio etc