15 de agosto de 2022
Início » Não é sempre que o Abel Ferreira vai conseguir tirar leite de pedra

Não é sempre que o Abel Ferreira vai conseguir tirar leite de pedra

Ainda vai levar algum tempo para o torcedor palmeirense digerir esta derrota para o Chelsea. Desde o início da era Abel quase tudo dá certo para o Palmeiras nos momentos decisivos. 

Com a estratégia correta e os atletas seguindo à risca o que tem sido proposto pela comissão técnica, o time conquistou muitos títulos e poderia ter conseguido mais um triunfo neste sábado. 

As vitórias e conquistas encobrem os defeitos, as carências. Este mesmo Abel Ferreira que tem conquistado tanto, também tem feito cobranças à diretoria palmeirense

O time que começou jogando era muito forte. A força do coletivo palmeirense foi elogiada inclusive pelos ingleses, que pouco fizeram em campo apesar do domínio.

Sim. Na primeira etapa, embora com mais volume de jogo, o Chelsea não criou nada e ainda deu o contra-ataque aos palmeirenses. O Weverton quase não apareceu no jogo.

As oportunidades nos contra-ataques foram desperdiçadas. Depois, com os ingleses cansados, as substituições feitas pelo Abel pioraram o time, com exceção ao Jaílson, que fechou bem o meio-campo.

No entanto, faltou qualidade para os outros reservas. Enquanto entrava um jogador de seleção alemã no Chelsea, por aqui entrava um jogador contratado para “compor elenco”. Ou, como dizem, oportunidades de mercado.

Quando perceberam a qualidade do Dudu, por exemplo. A marcação veio forte pra cima dele e faltava outro jogador decisivo no ataque ou um segundo-volante capaz de distribuir bem a bola.

Enfim, faltou um bom meia no banco de reservas. Faltou um centroavante. Faltou tudo o que a torcida e o Abel cobravam há tempos e a diretoria ignorava, talvez por incapacidade de negociar bem as peças que já temos. 

Mas não faltou vontade. Não faltou torcida, que fez uma festa maravilhosa em Abu Dhabi. Também não faltará cobrança a partir de agora para que a diretoria faça a sua parte, como todos outros têm feito por aqui. 

Abraço a todos!