23 de janeiro de 2022
Início » A VIDA DOS OUTROS – Edição 07

A VIDA DOS OUTROS – Edição 07

Por Fabian Chacur

Considerações e ironias referentes aos outros clubes que, para infelicidade deles, nunca conseguirão sequer chegar perto da Sociedade Esportiva Palmeiras.

***********

GAVIÃO EM CASA, PARDALZINHO NO TERREIRO DOS OUTROS

Sabe aquela história de abrir um buraco para tapar outro? Eis o que está ocorrendo com o glorioso time do Parque Sem o São Jorge (que já deve ter sido empenhado para pagar dívidas). Antes, eles perdiam todas em casa e ganhavam pontos fora.

Com a chegada do quarteto de reforços (Giuliano, Fábio Augusto, William e Róger Guedes), trocou chave. O time treinado por Sylvinho agora fatura todas em casa, mas apanha de qualquer um fora. Esta semana, tomou uma chacoalhada do Ceará de Thiago Nunes, seu ex-técnico, e com gol de ex-jogador. Como diria o poeta, “mas você vai mal, mas vai mal demais…”

***********

TRICOLIXO NÃO GANHA NEM DE TIME DE RESSACA

Só nós mesmos para entregar jogo para o timinho do Jardim Leonor. Com um dos piores ataques do Brasileirão, a equipe treinada por Rogério Ceni empatou em casa contra o time do Athletico Paranaense, ainda de ressaca pela importante conquista da Sulamericana.

Com 42 pontos ganhos e absurdos 15 empates (o 3º no torneio neste quesito), o São Paulo só não vai cair porque a concorrência está caprichando na incompetência. E olhem, se não fosse a vitória contra nós, eles estariam neste momento no Zê Menos Quatro. Ô, Abel…

***********

A INTENSA LUTA PARA ESCAPAR DO REBAIXAMENTO-1

E já que o assunto é a luta para fugir do mico do rebaixamento, hoje temos uma daquelas finais antecipadas, entre Bahia e Grêmio. Se o time da casa vencer, sai do Zê Menos Quatro. Se os gaúchos ganharem, continuarão com chances de escapar.

Nem é preciso dizer que o empate será horrível para os dois, especialmente para o Grêmio, que completaria 35 jogos com apenas 37 pontos ganhos. Ou seja, aqui, a opção é ganhar ou ganhar. Aposto na vitória da gauchada, mas sem muita convicção, admito.

***********

A INTENSA LUTA PARA ESCAPAR DO REBAIXAMENTO-2

Ao ser contratado pelo Santos, Fábio Carille parecia uma opção meio bizarra, pois com perfil defensivista em um clube de tradição ofensiva. No entanto, com o decorrer do (curto) tempo, ficou claro que os dirigentes peixeiros fizeram a coisa certa.

Com um elenco fraco e repleto de garotos ainda imaturos e veteranos sempre contundidos, o Peixe, na base do seja o que Deus quiser e jogando um futebol bagunçado e na raça, arrancou algumas vitórias na raça e agora, com 45 pontos ganhos, parece livre do rebaixamento. Viva o retranqueiro!

***********

Semana que vem tem mais, se Deus quiser! Agradeço aos patéticos adversários, sempre me fornecendo boa munição, e aos frequentadores de Mondo Verde! E nunca se esqueçam: o bom-humor ajuda a evitar ataques cardíacos, derrames, tentativas de suicídio etc