19 de outubro de 2021
Início » A HORA DA NOTA – América-MG 2×1 Palmeiras

A HORA DA NOTA – América-MG 2×1 Palmeiras

Por Fabian Chacur

Em mais uma partida irregular, desta vez com direito a dois pênaltis infântis (um perdido) concedidos ao adversário e a incapacidade de matar o jogo ao perder vários contra-ataques, o Palmeiras foi derrotado na noite desta quarta-feira (6) no Estádio Independência, em Belo Horizonte, para o América-MG.

Foi de virada, pelo placar de 2 a 1. Bye, bye, título, ainda mais em uma noite em que Flamengo e Atlético-MG apenas empataram. Que chance desperdiçada!

 

As notas dos jogadores alviverdes:

 

Jailson- 6

Fez pelo menos três boas defesas e não teve culpa nos gols, um aos 27 minutos do 2º tempo em chute de Patric e o outro aos 47 minutos em cobrança de pênalti de Ademir. Para quem não jogava há muito tempo, não dá para reclamar e nem por nada na conta dele.

 

Gabriel Menino- 3,5

Mal na marcação, mal no apoio, mal em tudo, infelizmente.

 

Luan- 5,0

Discreto, ao menos não cometeu aquelas falhas decisivas, o que, no caso dele, já é muito.

 

Kuscevic- 5,0

Na mesma toada do Luan.

 

Renan- 6,0

O melhor da zaga, com direito a bons desarmes.

 

Jorge- 3,0

Totalmente fora de jogo, cometeu um pênalti besta (perdido pelo adversário) e não agradou nem no apoio, nem na marcação. Precisa de ritmo de jogo. Substituído aos 34 minutos do segundo tempo por Wesley-3,0, que entrou muito tarde, a tempo de perder um gol feito.

 

Felipe Melo- 4,5

Vinha bem, até cometer, nos minutos finais, um pênalti grotesco que nos custou a derrota. Acontece nas melhores famílias…

 

Patrick de Paula -5,0

Sem muito brilho, mas melhor do que em partidas recentes. Saiu aos 36 minutos do segundo tempo substituído por Danilo Barbosa-sem nota.

Raphael Veiga- 4,5

Muito abaixo do que habitualmente joga. Saiu aos 34 minutos do segundo tempo substituído por Gustavo Scarpa, 3,0, outro que perdeu gol feito antes do segundo gol do América-MG.

 

Rony- 7,0

Fez o único gol alviverde e se entregou em campo, como sempre. Saiu aos 34 minutos do segundo tempo para dar lugar a Deyverson-3,0, que deu um gol feito para um colega, infelizmente perdido. 

 

Dudu- 5,5

Teve alguns lampejos durante a partida, mas ainda longe daquele jogador que aprendemos a amar e a respeitar. Saiu aos 34 minutos do segundo tempo para dar lugar a Gabriel Veron-3,0, que também perdeu gol feito, só para nos irritar.

 

Abel Ferreira- 5,0

Demorou demais para fazer substituições quando o time demonstrava nitidamente que estava sem fôlego, e quando o fez, o time já havia tomado o empate. E colocar Deyverson é para irritar monge…