23 de janeiro de 2022
Início » Nossa Arena não pode ser punida mais uma vez

Nossa Arena não pode ser punida mais uma vez

Todos nós palmeirenses lamentamos a morte do operário Carlos de Jesus, que foi vítima de um acidente nas obras da Arena Palestra Itália.

Pedimos que a WTORRE e a empresa contratada para fornecer e montar os pré-moldados em concreto para o estádio palmeirense dêem toda a assistência à família da vítima.

Espero também que seus familiares sejam indenizados pela perda que, como sabemos, é irreparável.

O acidente deve ser investigado pela polícia científica e os culpados devem ser julgados como manda a lei em vigor.

O que não pode acontecer é que a Sociedade Esportiva Palmeiras e a torcida palmeirense seja punida por conta do ocorrido. De novo.

De todos os estádios e Arenas que estão sendo construídos de norte a sul do País, nenhuma delas é tão perseguida quanto a Arena Palestra.

A luta pela construção da nova casa palmeirense começou dentro do próprio clube, onde conselheiros (aqueles de sempre) lutaram de todas a formas para inviabilizar o projeto de parceria com a construtora.

Além disso, o poder público municipal colocou todos os tipos de entraves possíveis para que o Palmeiras e a construtora não conseguissem os alvarás necessários para a construção do novo estádio. E não conseguimos.

A Prefeitura concedeu um alvará de reforma do velho Palestra. Graças a isso é que a arquibancada da Matarazzo está sendo construída em cima da antiga estrutura que já estava ali.

Visitei recentemente as obras da Arena e pude perceber de perto a complexidade daquilo tudo.

Não é possível que uma obra de tamanho vulto seja ameaçada por conta de um acidente de trabalho. Por mais doloroso que isso seja para os familiares e amigos próximos daquela pessoa que não está mais entre nós, a obra deve continuar.

Não podemos permitir que essa fatalidade seja utilizada pelos inimigos do estádio palmeirense para atrasar ainda mais o andamento das obras e tentar manchar a imagem do Palmeiras.

Tão lamentável quanto o óbito de um operário num acidente de trabalho são as mortes diárias de centenas de brasileiros em hospitais públicos enquanto o governo injeta recursos públicos para a construção de estádios de futebol. Não vejo ninguém falar nada sobre isso.

Enfim, como sempre fizemos durante a nossa história, vamos superar mais essa dificuldade e seguiremos em frente na construção da nossa casa.

Abraço a todos!