30 de novembro de 2022
Início » Atacadão de jogadores não adianta nada

Atacadão de jogadores não adianta nada

chamada12.gif

A torcida palmeirense clama por contratações a cada novo ano que surge em nosso horizonte. O coral “ô, ô, ô, queremos jogador” ecoa pelas galerias do Palestra Itália, hoje e sempre. Aí, vou mandar a pergunta que não quer calar: contratar jogadores é de fato a solução para todos os nossos problemas? Acredito, não.

E a explicação é simples: a Sociedade Esportiva Palmeiras deve ter sido um dos clubes brasileiros que mais contrataram jogadores, nos últimos anos. Sem exageros, dá para lotar um Maracanã com o povo que veio calçar chuteiras em nosso CT (alguns, por sinal, nem as calçaram, tipo Jardel, mas isso é outra história).

A grande verdade é que, nos últimos anos, uma série de jogadores veio para o Verdão. De cabeça, vou lembrar alguns nomes: Christian, Marcel Leivinha, Marcinho Porpeta, Juninho Pizzaiolo, Edmundo, Paulo Baier, Dininho, Enilton, Amaral, Márcio Careca, El Mago Valdivia, Osmar, Ricardinho (pela falta de um, vieram dois……), Neto Baiano, Roger Bambi etc E existem pelo menos mais uns vinte.

O palmeirense poderá argumentar que se trata de jogadores de segunda linha, ou aposentados em atividade, mas a verdade é que, com raríssimas exceções, são atletas dessa laia que estão sendo disponibilizados para os clubes brasileiros. Ou, colocando de outra forma, é o que dá para contratar com o nosso caixa, com o dinheiro dos times brasileiros.

Aí, vou entrar no ponto central dessa discussão: não seria melhor contratar uns três ou quatro jogadores escolhidos a dedo, o melhor desse deserto recheado de pernetas, e investir na garotada que está surgindo em nossas categorias de base? É só analisar o Verdão 2006. Os melhores vieram da base: Wendel, Francis, Thiago Gomes, Diego Cavalieri, Bruno etc.

E, se tivéssemos mantido o nosso “ataque da segundona” (como a imprensa falava na época) formado por Edmilson “Lawrence Fishburn” e Vagner Love, teríamos abocanhado pelo menos uns dois títulos, posso garantir. E o torcedor que trate de apoiar essa garotada, com paciência e garra. Bem, é isso. Quero saber a opinião de vocês. Mandem bala, e viva o nosso Verdão!