7 de outubro de 2022
Início » O Palmeiras terá cara nova em 2007

O Palmeiras terá cara nova em 2007

Foram anos de silêncio. As únicas vozes que ouviámos eram dos técnicos e jogadores. Já os dirigentes de nossos rivais davam uma “cara” a seus clubes em entrevistas, mesas redondas, antes e depois dos jogos, etc.

Enquanto isso, o Palmeiras era um clube sem “dono”, sem alguém que representasse o clube com dignidade perante a mídia. Como a imprensa poderia dar mais atenção ao clube se era impossível encontrar um dirigente que rendesse uma boa pauta?

Com a queda de Salvador Hugo Palaia, o cargo de diretor de futebol foi assumido por Gilberto Cipullo, que ocupou a cadeira nos tempos da parceria Palmeiras-Parmalat. Logo em seus primeiros dias de sua gestão, Cipullo mostrou que um dos maiores clubes do planeta tem um “gerente”.

Se a contratação de Caio Jr., uma das primeiras medidas tomadas pela nova diretoria, foi uma decisão correta, só o tempo irá dizer. Mas o que mais importa é atitude, a vontade de inovar, de montar um time campeão.

É isso que esperamos em 2007, independente de quem venha a vencer a eleição. Queremos que o Palmeiras tenha atitude de campeão, voz ativa na imprensa, se imponha por onde quer que passe, honre as suas glórias, sua tradição. Que seja, de fato, o alviverde imponente do Palestra Itália.