0x0: Palmeiras e Vasco maltratam a bola no RJ

Numa recente entrevista para o pessoal da Pró-Palmeiras, o presidente Belluzzo afirmou que quem imaginar que o Palmeiras pode ser rebaixado neste ano é um débil mental.

Depois de assistir o jogo de hoje entre Vasco e Palmeiras, fica difícil afirmar que o presidente tem razão.

As duas equipes fizeram nesta noite, em São Januário, um jogo sofrível. Com muitos passes errados, poucos chutes a gol, e nenhuma emoção, o placar não poderia ser outro senão um melancólico 0 a 0.

No primeiro tempo, o Vasco veio pra cima, e o Palmeiras ficou na defesa, querendo sair nos contra-ataques, e apenas viu a desastrada dupla de atacantes Élton e Caíque tentando abrir o placar. São Marcos até chegou a exigido em alguns momentos, como aos 13 minutos, num chute de fora da área, de Philippe Coutinho.

A única chance do Palmeiras na primeira etapa foi com o Márcio Araújo que, sozinho, invadiu a área, tentou driblar o goleiro, e se atirou tentando cavar um pênalti. Desta forma, passamos 45 minutos sem chutar uma vez sequer ao gol. Algo inaceitável para uma equipe que busca algo no campeonato.

Na segunda etapa, os times voltaram com a mesma (de)formação, e o panorama da partida não se alterou. O Vasco continuou dando as cartas, mas seus atacantes não conseguiam levar muito perigo ao São Marcos, que pouco fez.

Aos vinte minutos, o Vasco fez sua primeira substituição. O nervosismo da torcida aumentou, e foi aí que o Palmeiras começou a tentar alguma coisa no jogo. Tivemos uma boa chance com CX10, que passou longe do gol, e uma outra no final do jogo, com Bruno Paulo, que havia entrado no lugar de Ewerthon.

O placar de 0 a 0 foi justo para as duas equipes que fizeram um jogo típico de série B…ou de quem está querendo cair.

Que venha a Copa do Mundo, os reforços, e alguma esperança para que o Palmeiras volte a ser grande dentro de campo.

uol_logoClique aqui para ouvir a Rádio Mondo Palmeiras – Edição 179.